Em entrevista à redação do Portal 27, o atual vereador e candidato à prefeito de Guarapari, Oziel de Sousa, comentou sobre os planos de gestão social e obras caso seja eleito, além de afirmar: “Vamos seguir na mesma direção que o Governo do Presidente Bolsonaro”.
Durante a última segunda-feira (14), o Partido Social Cristão (PSC) confirmou os nomes do vereador Oziel de Sousa e da sargento Cláudia Mancini, como candidatos a prefeito e vice, o partido também homologou outros 20 nomes que irão disputar uma vaga na Câmara Municipal.

O PSC, assim como o PT e o PRTB, irá entrar na disputa com a chamada “chapa pura”, não realizando coligações partidárias. Segundo o candidato, isso ocorrerá para que não “Haja a velha prática da distribuição de cargos e apadrinhamentos políticos”.
“Para que não haja a velha prática da distribuição de cargos e apadrinhamentos políticos, não faremos coligações. Vamos governar a cidade com os servidores de carreira que vestem a camisa do município fazendo a máquina pública funcionar corretamente. Vamos seguir na mesma direção do Governo do nosso Presidente Bolsonaro. Sendo esta composição “chapa puro sangue” da Direita Conservadora em Guarapari”, afirmou Oziel.
Sobre o Hospital Cidade Saúde, o candidato reclamou sobre a falta de prioridade e declarou que o hospital deveria estar pronto há anos, além de comentar que o projeto se tornou “uma fonte inesgotável de consumo do dinheiro público”. Também comparou essa obra com a da Transposição do Rio São Francisco, iniciada durante governos petistas e entregue por Bolsonaro.

“O hospital já deveria estar pronto há muitos anos, deveria ser tratado como prioridade, mas infelizmente acabou servindo como uma fonte inesgotável de consumo do dinheiro público, fez me lembrar das obras da transposição do Rio São Francisco agora finalizadas por Bolsonaro que por anos foram usadas para favorecimento de corruptos! Precisamos tratar isso com muita seriedade e respeito aos nossos cidadãos agindo com muita transparência na escolha de uma parceria público privada que atenda com eficiência a nossa gente tão sofrida”, disse o vereador.

Referente sobre os moradores em situação de rua, Oziel citou projetos sociais que pretende fazer e que irá “olhar para eles com muito amor e carinho”, oferecendo oportunidades de profissionalização, no entanto ele também declarou que caso esses moradores não aceitem, passarão por uma triagem para que sejam levados aos seus estados de origem.
“Vamos olhar com muito amor e carinho para os “moradores em situação de rua” pois são seres humanos como nós e esse é o princípio que Jesus nos ensinou, para isso, em nossa plataforma de governa consta a criação de um projeto chamado de “Fazenda Resgatar” em parceria com o Governo Federal, entidades religiosas e filantrópicas dentre outras que queiram contribuir”, declamou Oziel.

O PSC, assim como o PT e o PRTB, irá entrar na disputa com a chamada “chapa pura”, não realizando coligações partidárias.

“Aqueles cidadãos que queiram sair das ruas terão uma oportunidade de recomeço recebendo toda a assistência como alfabetização, cursos profissionalizantes, agricultura familiar e produtos manufaturados dentre outras atividades que reconduzirão esses cidadãos ao convívio social dignamente”, continuou o vereador.
“Entretanto, pessoas que não queiram aceitar essa oportunidade de serem produtivos como todos nós, tendo deveres e obrigações como todo o cidadão de bem, aqueles que insistirem em querer continuar nas ruas, praças e debaixo de marquises vandalizando, defecando e tendo relações sexuais, serão deportados aos seus estados de origem e para isso vamos propor uma força tarefa reunindo a nossa Secretaria de Ação Social, Ministério Público, Polícia Civil e Militar e instituições religiosas. Pois do jeito que está, não continuará!!!”, finalizou o candidato sobre o assunto dos moradores em situação de rua.
Já sobre as propostas para criação de empregos em Guarapari, Oziel fala sobre a possibilidade de uma reforma tributária no município, para que seja atraente às empresas, porém citou que será uma relação de trocas, tendo as empresas que investir na mão de obra guarapariense.

“Sem incentivos não há investidores! Guarapari já perdeu a implantação de grandes empresas por causa da burocracia e dos altos impostos, aliás, diga-se de passagem um dos mais altos dentre os municípios do nosso estado, por isso faremos uma reforma em nossa Legislação Tributária Municipal, flexibilizando as leis e minimizando os altos impostos, apoiando a livre iniciativa, criando assim um ambiente favorável a novos negócios que irão gerar fontes de riquezas, emprego e renda para os nossos munícipes principalmente os nossos jovens que sofrem na hora da procura pelo primeiro emprego”, discorreu o candidato.  “Em contrapartida as empresas deverão priorizar a mão de obra local e a qualificação dos nossos jovens profissionais oferendo a instalação de polos estudantis para essa finalidade”, complementou Oziel.

Por fim, o pré-candidato comentou sobre como ficará a situação das obras da atual gestão, e concluiu com a proposta de instalação de escolas cívico-militares na cidade, citando os bons resultados nos vestibulares como justificativa.
“Vamos implantar a Escola Modelo Cívico Militar em nossa cidade onde nossos alunos receberão um ensino de qualidade com valores e princípios que os nortearão por toda a vida como o civismo, patriotismo, respeito aos mestres e aos pais. Para se ter uma ideia, em Itabuna/BA todos os alunos da Escola Militar foram aprovados no exame do ENEM e receberam bolsas gratuitas em universidades”, citou o vereador.
“Quanto as outras obras iniciadas ou inacabadas eu afirmo que todas serão concluídas em nosso governo. Ainda consta em nossa plataforma a valorização dos Profissionais da Educação Municipal que hoje para receberem aquilo que é direito precisam se humilhar, isso tem que acabar. MEU PARTIDO É GUARAPARI E A NOSSA ALIANÇA É COM O BRASIL”, finalizou Oziel de Sousa.

Por João Pedro Barbosa, estagiário.

Deixe seu comentário