Os vereadores de Anchieta se reuniram com representantes da Cesan no gabinete da presidência. Os parlamentares cobraram a Companhia pela falta de água na virada do ano em diversos bairros da cidade, tendo situação mais crítica o balneário de Iriri. Providências imediatas foram solicitadas e um plano para evitar o transtorno no carnaval.

Estiveram no encontro, o diretor de engenharia e Meio Ambiente da Cesan, Thiago Furtado, o diretor operacional, Rodolfo Gomes Có, o coordenador de concessões, Jamil Guilherme e funcionários da parte técnica. Paulo Galvão que é morador de Iriri, também participou representando a comunidade, assim como Renato que falou em nome dos hoteleiros e donos de pousadas.

Os parlamentares cobraram a Companhia pela falta de água na virada do ano em diversos bairros da cidade

Richard Costa fez questão de apresentar áudios de cobrança de moradores exaltados, inclusive com xingamentos aos vereadores e políticos da cidade. José Maria Brandão também mostrou um vídeo feito pelo presidente da CDL do município criticando a falta de água. Já Alexandre Assad se mostrou desacreditado nas promessas da Cesan em realizar melhorias.

Na conversa, os diretores da Cesan defenderam a empresa, alegando que tiveram um problema atípico na virada do ano que comprometeu todo o funcionamento do sistema por vários dias. Em Iriri, ainda existe o problema do acesso do caminhão-pipa devido as ruas estreitas com muitos carros estacionados na alta estação.

Foi proposto que um caminhão-pipa fique estacionado na parte mais alta de Iriri para atende a população, outra sugestão é deixar um caminhão a disposição da rede hoteleira, sendo organizado os pedidos pelo representante Renato. Marcio Bedim que coordena as operações na região, garantiu que no carnaval serão disponibilizados 10 caminhões pipas, 24 horas por dia, além disso uma nova bomba funcionará através de gerador na estação de Niterói, para facilitar a chegada da água em Iriri.

O vereador Renato Lorencini questionou a falta d’água no bairro Benevente, segundo ele moradores ficaram quatro dias sem encher suas caixas. Ele ainda salientou que a Cesan precisa melhorar a comunicação com a população de Anchieta para esclarecer fatos extraordinários. Mais uma vez, os representantes de da Cesan garantiram que com a assinatura do novo contrato de concessão, investimentos serão realizados, conforme o plano de saneamento da cidade, inclusive, existe a possibilidade de usar o rio Benevente para a captura de água.

Deixe seu comentário