O Partido Liberal irá realizar amanhã, às 10h, uma festa de recepção ao presidente Jair Bolsonaro, que acertou sua filiação à sigla com Valdemar da Costa Neto. O presidente irá assinar a ficha de adesão ao PL ao lado do filho, o senador Flávio Bolsonaro.

Correligionários afirmam que a ideia original era organizar o evento no dia 22, remetendo ao número de legenda da urna, mas Bolsonaro e Costa Neto teriam se desentendido. Como em dezembro o dia 22 seria próximo ao Natal, período de recesso em Brasília, foi escolhida como data da festa o feriado local de Dia do Evangélico (30 de novembro).

No Congresso, o Partido Liberal tem se movimentado para atrair o maior número possível de parlamentares bolsonaristas. Estima-se que, somente do PSL, haverá uma migração de 20 a 30 nomes.