A Câmara de Guarapari apreciou e votou em caráter de regime de urgência, primazia e dispensa de interstício a pedido do vereador Jorge Ramos, os projetos de lei encaminhados pela prefeitura, que autoriza o município a realizar a doação de um carro modelo Uno, ano 2011/ 2012 ao Recanto dos Idosos Santo Antônio, que além do veículo, vai receber R$ 112.251,84 da prefeitura.

O convênio de cooperação técnica e financeira com a entidade “Instituto das Irmãs Missionárias Nossa Senhora de Fátima – Recanto dos Idosos Santo Antônio” é celebrado todos os anos pela prefeitura. “Esse valor é usado para ajudar as irmãs que cuidam dos idosos, e o carro vai ajuda-las a locomover os idosos quando necessário. No meu antigo mandato, o Recanto ganhou uma Kombi. Desta vez foi um UNO, mas que vai ajudar muito também”, comentou o vereador Germano Borges na Tribuna.

câmara
Apenas o vereador Jorge Figueiredo não compareceu à sessão, devido o falecimento do pai. Foto: Roberta Bourguinon

Além dos Projetos de Lei do Poder Executivo, os parlamentares discutiram 14 requerimentos, que abordaram assuntos desde pedidos de realização de drenagem e pavimentação asfáltica no Bairro Praia do Riacho, à instalação de abrigo nos pontos de ônibus na Av. Jones dos Santos Neves.

Destaque para o requerimento de autoria dos vereadores Dito Xaréu e Ronaldo Tainha que pedem em caráter de emergência que a Secretaria de Obras tome providências quanto ao antigo “Camping Igloo” localizado em Santa Mônica. O pedido se trata da desapropriação do local, para a construção de uma escola, praça, ou até mesmo um centro comercial e de exposição de artesanato. “Aquele Igloo está abandonado há 20, 30 anos e já é um problema em Santa Mônica. Além do problema social, o estado de abandono tira a beleza da praia. Eu vejo que muitos moradores buscam mudar a realidade da região, mas o poder público precisa ajudar”, relatou o vereador Ronaldo Tainha.

E na Ordem do Dia, em primeira discussão, os vereadores baixaram às comissões, o Projeto de Lei de nº 0008/2015 que discute a implantação de uma nova secretaria no município, com a criação de cargos comissionados. Por fim, foram aprovados ainda em primeira discussão, o Projeto de Lei Complementar nº 0009/2015, que altera a lei de 2007 do Código Tributário Municipal, que se refere a emissão de nota fiscal diária por atividade para o SESI, SENAI, SETAC e SESC; e o Projeto de Lei nº 022/2015, autorizando o prefeito a doar cinco carros para a CODEG.

Deixe seu comentário