O corretor de imóveis  Marlon Pimentel teve sua cadeira de rodas furtada na porta de casa na avenida Aniz Hoimaidan, atrás da escola Zuleima Fortes Faria, no Itapebussu, por volta das 11 horas da manhã desta sexta-feira (19).

O corretor Marlon Pimentel teve a cadeira de rodas furtada na porta de casa em quanto foi ao borracheiro.

Ele contou que foi ao borracheiro e deixou a cadeira do lado de fora, mas quando voltou ela não estava mais lá. “Sempre quando saio desmonto a cadeira e coloco no carro, mas como estou em tratamento nos meus braços não levei. Entrei no carro e deixei ela do lado de fora porque eu fui rápido no borracheiro. Mas quando voltei ela já não estava mais na porta da minha casa, rodei o bairro todo e ninguém viu quem pegou”.

O cadeirante relatou que por conta do das dores no braço já tinha criado o hábito de deixar a cadeira na porta de casa quando saia de carro rapidamente. “Eu sempre deixo ela do lado de fora e nunca mexeram”. Sem sua cadeira, Marlon precisou voltar a usar a cadeira que já estava aposentada. “Estou com a outra cadeira velha. Mandei ver se arruma a câmara de ar e para colocar a rodinha que estava faltando”.



Apesar de ter a cadeira mais antiga, ele explicou que precisa da que foi furtada porque ela tem melhores condições de uso e o possibilita se locomover e trabalhar com mais facilidade, por isso, ele fez um apelo para que devolvam sua cadeira.  “Gostaria que a pessoa pegou devolvesse porque não vai ter utilidade para ela, mas para mim tem. Ela é as minhas pernas e não tenho R$ 1800,00 para comprar outra”.

A cadeira de rodas furtada tem rodas pretas e um adesivo com a foto de Marlon e seu telefone. Ela foi adesivada para divulgar o trabalho dele como corretor de imóveis. Marlon já fez o boletim de ocorrência e quem tiver alguma informação que ajude a encontrar a cadeira pode ligar para o disque denúncia (181), para o Ciodes (190) ou para o Marlon no 99998-9119 .

Institucional Karla
Institucional MAllagutti
Institucional Basic Idiomas
Institucional M Conveniências [banner top]
Banner Marcelo

Institucional Flex Motors [banner final]
Dia D Docutum


3 COMENTÁRIOS

  1. Sem querer ofender esse senhor , mas deve ser outro cadeirante que de tanto ir na Secretaria da Assistência Social pra ver se consegue uma lá e de tanto ouvir não , resolveu afanar a cadeira do senhor Marlon .
    A culpa é do senhor Edson magalhães que colocou pessoas lá que tão mais perdidas que cego em tiroteio.

  2. A que ponto a situaçao chegou.pensei que nunca fosse ler esse tipo de noticia.so falta o ladráo ser deficiente tambem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here