Movido por algum sentimento maligno, um funcionário de uma sorveteria localizada no Centro de Guarapari, aprontou uma verdadeira cilada para as colegas de trabalho. De acordo com informações da polícia, o fato aconteceu no final da noite de terça feira (7), quando um jovem de apenas 18 anos, preparou um café “especial” para suas colegas.

xicara_privada
Depois de provarem o “café especial”, as duas mulheres começaram a passar mal.

Depois de provarem o “café especial”, preparado com todo carinho por ele, as duas mulheres começaram a passar mal, com náuseas, vertigens e dor de cabeça. Assustada, a dona da sorveteria chamou a polícia pensando que seu funcionário havia envenenado as colegas de trabalho. Com a chegada da polícia, o jovem confessou que não envenenou ninguém. Apenas usou água do vaso sanitário para preparar um “delicioso” cafezinho. Só não explicou as condições da água em questão.

UPA. Atendidas na UPA de Guarapari, o médico logo descartou envenenamento e alegou que foi apenas intoxicação gástrica. O jovem foi detido e encaminhado a Delegacia Regional de Guarapari. Como as vítimas estiveram na delegacia, mas não ficaram até o final, ficando sem representar oficialmente contra o acusado, ele foi liberado pelo delegado de plantão. Elas ainda podem representar contra ele em até seis meses. O “café” foi encaminhado para perícia no DML de Vitória para que sejam feitos os exames.

 *O portal 27 não vai divulgar o nome do acusado e nem das vitimas por que ele foi liberado e as vitimas não representaram oficialmente contra ele.