O final de semana foi violento em Guarapari. No mesmo dia um homem foi assassinado e um jovem sofreu uma tentativa de homicídio na cidade.

Fabiano foi assassinado por um homem encapuzado que saiu da mata e surpreendeu ele e sua esposa quando estavam saindo de casa.

Na madrugada de sábado (23) para domingo (24), Fabiano Santigliani Torres, de 26 anos, foi assassinado na rua das Castanheiras, em Meaípe. Segundo a polícia, Fabiano estava com a esposa e o filho de colo no momento do crime. Ela relatou para os policiais que eles tinham acabado de sair de casa e Fabiano se preparava para subir na moto, uma Suzuki 125 Yes Azul, quando foram surpreendidos por um homem encapuzado e com roupas escuras que saiu de um matagal.  

Para tentar proteger a criança a esposa, a vítima se escondeu atrás de uma árvore e chegou a se render, mas ainda assim o homem atirou contra ele e fugiu para a mata. Ainda de acordo com a polícia, familiares da vítima estiveram no local e afirmaram que ele era uma pessoa de boa índole e sem desavenças. Porém, em uma consulta ao nome de Fabiano no Ciodes os policiais encontraram duas ocorrências por ameaças, e em uma delas ele era o acusado.

Fabiano foi morto com um tiro no tórax. Foto: Whatsapp

A polícia também localizou uma bolsa junto ao corpo e dentro dela havia uma arma de air soft com a marcação laranja inexistente. Foram feitas buscas na região, mas ninguém foi localizado. O caso será investigado pela Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Guarapari.

Tentativa. Ainda neste sábado (23) um jovem de 19 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio no bairro Adalberto Simão Nader. Ele levou três tiros no tórax e um no braço. De acordo com a polícia, ele foi socorrido por populares para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde relatou para os policiais que passou por um indivíduo baixo, moreno claro, com cabelo amarelo e usando camisa vermelha que atirou quatro vezes em sua direção.

Ainda de acordo com o depoimento da vítima, o autor do crime é um menor que mora na região do Rabo da Gata, no mesmo bairro. Após receber o primeiro atendimento na UPA, o jovem foi transferido para um hospital em Vila Velha.

Deixe seu comentário

Comments are closed.