Por volta do meio dia desta segunda-feira (25) Jonathan da Silva, de 29 anos, Cristiano Fink dos Reis, de 38 anos, e um menor de 16 anos foram presos na BR101 com um Celta branco roubado.

Os três homens foram presos após roubarem uma loja de material de construção em Buenos Aires. Foto: Whatsapp

Segundo a polícia, os três homens usaram o carro para roubar uma loja de material de construção, em Buenos Aires, interior de Guarapari. Após o assalto, a Polícia Militar (PM) foi acionada e informada que os criminosos seguiram pela BR 101. Eles foram localizados perto de um posto de combustíveis na rodovia. Quando avistaram a polícia, os três tentaram fugir, mas acabaram presos.

Com eles a PM encontrou 7 sprays de tinta, uma trena, uma escova, 6 celulares uma espingarda calibre .22 e uma réplica de submetralhadora com fabricação caseira. As duas armas estavam sem munição. Ainda de acordo com a polícia, Jonathan tem passagem por homicídio, tráfico de drogas e roubo e Cristiano tem oito passagens por roubo. Mas, somente o menor e Cristiano roubaram o carro.

Com os três a polícia encontrou 7 sprays de tinta, uma trena, uma escova, 6 celulares uma espingarda calibre .22 e uma réplica de submetralhadora com fabricação caseira. Foto: Whatsapp

O veículo pertence a uma professora, que preferiu não ser identificada, e foi roubado neste domingo (24) quando ela chegava na Igreja Católica Sagrada Família, na Praia do Morro. Ela relatou que tem o costume de ir à igreja pela manhã, mas deste dia não pode ir e acabou indo à noite.

“Parei o carro na esquina, tranquei e desci. Quando dei o primeiro passo já vi dois indivíduos andando na esquina e já sabia que seria assaltada. No impulso, ameacei correr e ele me segurou na parede e colocou uma arma na minha cabeça e falou que iria me matar. Ele foi agressivo, mas fechei os olhos e só pedi a Deus para me guardar. Aí entreguei a chave ao colega dele, um menor, e ele saiu dirigindo enquanto o outro no carona ainda estava com a porta aberta e a arma apontada para fora. Achei que eu fosse morrer porque ele estava bem convicto. Isso me apavorou”, relatou a professora.

O veículo foi roubado neste domingo (24) quando a professora chegava na igreja. Segundo a polícia, somente o menor e Cristiano tem participação no assalto.

Mais veículos recuperados. Além do Celta, a polícia recuperou outros três veículos roubados. Após denúncias, a Polícia Militar localizou um Gran Siena bege savana com placa ODP-1960 estacionado em frente a uma casa na rua São Silvano, no bairro São Gabriel, por volta de meia noite de sábado (23) para domingo (24). O veículo foi roubado no último dia 14 quando a proprietária entrava em uma loja na Avenida Dom Helvechio, em Iriri, e foi abordada por um homem armado que pediu a chave do carro, o cordão de ouro e uma bolsa.

A PM também encontrou um Pálio cinza com placa MRJ-9856 abandonado no quilômetro 45 do bairro Pontal de Santa Mônica por volta das duas 14h deste domingo. O carro foi roubado na estrada de Tartaruga por três homens armados.

Uber. No mesmo dia, por volta das 16h30, a polícia localizou um Pálio verde com placa MQF-8135 abandonado em um matagal próximo à rua da Bica, no bairro Perocão. O veículo estava com a placa adulterada e com uma fita isolante foi criada a placa MQF-8186, que na verdade, pertence a um Fiesta de Colatina. O Pálio pertence a um motorista do Uber e foi roubado na noite de sábado (23) por dois homens quando o proprietário deixou um passageiro em casa, na Praia do Morro.

Deixe seu comentário