O mês de Janeiro não foi de alegria para alguns comerciantes e moradores de Marataízes. Apesar do verão ser a melhor época para o comércio, o prejuízo está sendo grande. Em apenas um final de semana 7 lojas foram arrombadas: Farmácia Nova era, Loja Império de Biquines, Tofoli Madeiras, Corretora Menezes, Z Lojas Milagros da Barra, além dos consultórios da Fisioterapeuta Roberta e da dentista Bianca Machado Bahiense que é muito conhecida na região pelos seus projetos sociais.

10962004_773896272687498_1113148282_n
Em apenas um final de semana 7 lojas foram arrombadas Foto: Marcos Kito

Segundo Bianca, a resposta que obteve da polícia é que suas forças estavam voltadas para encontrarem o atirador que causou uma morte e feriu duas pessoas incluindo uma criança de apenas nove anos no show do Sambô. Os comerciantes após analisarem imagens das câmeras de vigilância, acreditam que se trata da mesma dupla de assaltantes.

Após os arrombamentos e assaltos, os empresários investiram pesado em segurança: implantação de sistemas internos e externos de alarmes, portas reforçadas com aço e contratação de equipes de seguranças.
Para turistas e moradores o sentimento de insegurança também é presente. A professora Patrícia Hilgemberg que já teve seu celular roubado na Cidade Nova anteriormente, reagiu a uma segunda tentativa de assalto na orla da Barra. “Um rapaz loiro de bicicleta tentou levar minha bolsa, quando gritei ele fugiu.”

10967961_773895582687567_524223397_n
Após os arrombamentos e assaltos, os empresários investiram pesado em segurança. Foto: Marcos Kito

Recebemos denúncias do aumento do número de roubo de veículos também. “Esse ano temos menos policias patrulhando principalmente na avenida central da cidade.” reclamou a turista Maria de Jesus Coutinho. “O problema maior é que quando vamos prestar queixa somos tratados com desdém pelos policiais” afirmou o empresário M. que pediu para não ser identificado.

M foi rendido juntamente com seus clientes e funcionários em sua empresa localizada na Cidade Nova às 15:00. “Eles estão cada vez mais abusados, nem de dia temos paz.” Tentamos contato com o delegado titular de Marataízes, mas até o fechamento desta matéria não recebemos retorno.

Por Amanda Basílio, Especial para o Portal27

Deixe seu comentário