Foi realizada nesta sexta-feira (04) uma ação conjunta da Polícia Militar e da Vigilância Sanitária, juntamente com o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do ES (IDAF), com o intuito de fiscalizar o comércio de carne bovina em comércios de Guarapari. Outras equipes envolvidas na operação eram da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (DEIC) e da Delegacia Especializada de Infrações Penais e Outras (DIPO).

As equipes flagraram diversas infrações sanitárias, como mau acondicionamento de alimentos perecíveis e a presença de baratas em balcões e locais de armazenamento.

A Operação “Carne Legal” fiscalizou 3 estabelecimentos comerciais, sendo um supermercado, no bairro Portal Clube, e dois açougues do bairro Perocão. No supermercado, as equipes flagraram diversas infrações sanitárias, como mau acondicionamento de alimentos perecíveis e a presença de baratas em balcões e locais de armazenamento. Em ambos os açougues, foram apreendidas peças de carne que não tinham comprovação de origem, indicando um possível abate irregular de gado.

A ação tem como objetivo “coibir o comércio irregular de carne bovina”, de acordo com a assessoria. A Polícia Civil anunciou que está a investigar se a carne comercializada irregularmente é proveniente de roubo ou furto de gado na região de Guarapari.