O prefeito de Guarapari, Edson Magalhães (PSDB), solicitou à Procuradoria Geral do município, que realizasse levantamento de informações no processo judicial que envolve um terreno da prefeitura localizado na Praia do Morro. O terreno estaria sendo invadido por uma empresa. 

De acordo com a prefeitura em agosto deste ano, a administração municipal, por meio da Secretaria Municipal de Análise e Aprovação de Projetos, identificou a realização de limpeza e fechamento dos imóveis por terceiros. A procuradoria peticionou um pedido de “Certidão Objeto e Pé” da restauração dos autos, objetivando elucidar os fatos que envolvem esta desapropriação.

Creche. A prefeitura estaria procurando um local para da construção de uma nova creche com pré-escola e havia optado pela utilização de terrenos localizados na quadra 83 do loteamento Praia do Morro, que já haviam sido desapropriados em 1987.

Prefeito Edson solicitou à Procuradoria Geral do município, que realizasse levantamento de informações no processo judicial que envolve um terreno da prefeitura Foto: Roberta Bourguignon

2016. De acordo com a secretária da pasta Milena Ferraz, foi realizada uma pesquisa no Cadastro Imobiliário Municipal e, de acordo com o processo Nº 18971/2012, foi constatado que os lotes desocupados na avenida Paris, foram recadastrados em nome do antigo proprietário no ano de 2016, após pareceres favoráveis de representantes da gestão passada.

1997. A gestão municipal localizou sentença expedida pelo Juiz de Direito, Délio José Rocha Sobrinho, de 02 de abril de 1997, que julga procedente o pedido expropriatório e declara incorporado ao patrimônio do município, a área descrita na inicial. A administração municipal aguardará documentos por parte da justiça, para tomada de providências.