Quando se fala em saúde bucal, Alfredo Chaves é um dos poucos municípios  com prevenção e atendimento de qualidade a toda população seja da sede ou interior. Esta condição é realidade há muitos anos, graças ao trabalho comprometido da equipe da Odontologia Municipal feito nas comunidades, nas Estratégias de Saúde da Família da sede, na Clínica Odontológica Municipal e nas escolas. A promoção em saúde também se dá por meio de palestras, escovação, distribuição de escovas, creme dental além de busca ativa da cárie em todas as unidades educacionais que resultou na diminuição do índice.

Educação da saúde bucal é feita nas escolas. Foto: ASCOM/Prefeitura de Alfredo Chaves.
Educação da saúde bucal é feita nas escolas. Foto: ASCOM/Prefeitura de Alfredo Chaves.

Hoje a população alfredense conta com uma equipe de profissionais com nove dentistas que realizam atendimentos a toda o município. Na localidade de Matilde e de Iriritimirim, por exemplo, os atendimentos são feito duas vezes por semana. Em Vila Nova de Maravilha, é feito quinzenalmente de devido a demanda menor. Já nos distritos de Sagrada Família, Ibitirui, São João de Crubixá, Aparecida e São Bento de Urânia, a equipe odontológica faz visita uma vez por semana. Em todos estes locais os alunos tem prioridade nos atendimentos.

Na sede, as Estratégias de Saúde da Família (ESF) do bairro Parque Residencial Alfredo Chaves (Cajá) e do centro disponibilizam atendimentos para os usuários todos os dias. Na Clinica Odontológica Municipal os procedimentos são prioritários para as pessoas que não disponibilizam de atendimentos em saúde bucal nas suas comunidades. A população que trabalha de dia não fica descoberta, pois tem prioridade e pode acessar o serviço odontológico a noite.

Alunos apredem a fazer a escovação correta. Foto: ASCOM/Prefeitura de Alfredo Chaves.
Alunos apredem a fazer a escovação correta. Foto: ASCOM/Prefeitura de Alfredo Chaves.

Conforme informações da Secretaria Municipal de Saúde, outra grande conquista para o município é o atendimento especializado em ododontia iniciado no ano passado. Com esta especialidade o paciente tem direito ao tratamento de canal, cirurgia de terceiro molar, periodontia (tratamento gengival), radiologia, biopsia e atendimento a pacientes especiais.

Para a cirurgiã-dentista e Coordenadora Municipal da Saúde Bucal, Carla Anunciata Costa dos Santos, estas modalidades odontológicas são privilégios para poucos municípios. “Começamos em 2012 com esta especialidade e vimos que deu certo. Nos organizamos e hoje não temos fila de espera e nenhum usuário que acessa o serviço fica sem atendimento, seja criança, adulto ou idoso”, informou.

Carla informou ainda que uma vez no ano é realizado palestras para a terceira idade para a prevenção do câncer de boca. Caso necessário o paciente é encaminhado ao consultório odontológico mais próximo para biopsia, diagnóstico e posterior tratamento da doença.

Deixe seu comentário