Ao contrário do que se imaginava, Gustavo Ferreira Pimenta, de 22 anos, não está com meningite. Ele passou por exames na última segunda-feira (30) e o resultado, que saiu nesta terça-feira (31), descartou a possibilidade da doença. Ele foi diagnosticado com suspeita de meningite na UPA, no último sábado (28) e transferido para o hospital Santa Úrsula, em Vitória.

Segundo a irmã de Gustavo, os exames descartaram a suspeita de meningite. Foto: Arquivo Pessoal

A informação é da irmã do jovem, Josilene Ferreira Pimenta Passos, de 37 anos.  “Ele continua na UTI e deve sair entre hoje e amanhã para ir para o quarto, mas graças a Deus não é meningite. Foi feito todos os exames e ele está muito bem”.

Segundo ela, a real causa da internação de Gustavo é um problema em um dos rins. “O problema foi os rins, mas ele está sendo tratado e medicado. Vai se fazer uma tomografia entre hoje e amanhã para a gente saber como está o estado dele. Parece que ele teve a parada de um dos rins, mas agora esse rim já está voltando”.

Ela relatou ainda que o quadro do irmão é considerado estável e que houve diversas melhoras. “Ele está se fortalecendo bem, está se alimentando, já foi retirado o tubo e agora ele está falando com a gente normalmente. Ele só não sabia onde está, mas a gente está dando as informações aos poucos por causa da sedação leve que ele ainda está. Ele também não tem mais febre, está desenvolvendo bem com a medicação e o quadro está estável”.

Foi constatado que o jovem está com problema de rins, mas ele já está sendo medicado e se recupera bem. Foto: Arquivo Pessoal

Josilene afirmou que ainda não é possível saber quando o irmão vai deixar o hospital, mas está otimista com sua recuperação. “Ele está bem. Entre domingo e segundo o quadro dele era gravíssimo e agora é estável. Até o médico falou com a gente ontem que do jeito que ele chegou aqui quase morto para como está hoje está se recuperando muito bem”.

A irmã também fez questão de agradecer as orações e a solidariedade de todos. “As orações tem feito muito efeito. Acho que foram elas a base de tudo para ele estar vivo. Estou muito grata a todos que estão orando por ele porque no sábado à tarde ele chegou aqui no hospital quase sem vida e agora está bem melhor”.  

Comments are closed.