Um comerciante de 53 anos acabou preso em flagrante por estupro de vulnerável, depois que uma menina de 9 anos contou para a mãe que foi aliciada pelo homem. O caso aconteceu na tarde de ontem (16), no bairro Adalberto Simão Nader, em Guarapari.

Antes de ser preso, homem foi espancado por moradores, mas nega que tenha aliciado a menina.

A menina contou que estava passando pela rua, em frente ao ferro velho do acusado, identificado como Elias Blaser, que a chamou e a levou para dentro da casa dele. “Ele ficou segurando minhas partes íntimas enquanto me abraça forte por trás, esfregando as partes íntimas dele nas minhas costas”, contou ela. 

Durante o ato, a menina disse que ficou em silêncio e após conseguir se afastar dele, ganhou uma moeda de um real e um anel para que pudesse guardar segredo. “Ele pediu que eu não contasse para ninguém porque seria um segredo entre a gente”, descreve a menina. 

Em seguida, a adolescente saiu correndo em direção ao local onde a mãe estava e contou tudo para ela, relembrando ainda que já havia ganhado outras moedas dele. “Só agora que ela me contou que ele tinha dado um real para ela antes, e hoje (ontem) seria a segunda vez. Eles tinham um certo contato por morarem próximos e ela já vendeu latinhas para ele”, conta a mãe, uma autônoma de 29 anos. 

“Ele pediu que eu não contasse para ninguém porque seria um segredo entre a gente”, descreve a menina.

Ao saber que a filha foi aliciada pelo comerciante, a mãe foi atrás dele e os dois discutiram. A briga chamou a atenção dos vizinhos que espancaram o homem. A Polícia Militar foi acionada, levou o comerciante à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde teve a perna enfaixada, devido aos ferimentos.

O acusado se defende dizendo que acabou abraçando a menina por trás para empurra-la para fora de casa. “Eu jamais faria isso. Não foi dessa maneira que ela está contando. Moro no bairro há anos e todos me conhecem”, disse ele.  

Deixe seu comentário

Comments are closed.