A Policia Civil de Guarapari anunciou na manhã de hoje (25) que está em busca dos autores do assassinato de um cigano em Guarapari. O crime que aconteceu na sexta-feira (22) e teria sido praticado por 5 indivíduos.

Diego Malaquias da Silva, 21 anos, foi assassinado a tiros enquanto dormia com a família em uma casa na região conhecida como Morro da Caixa D’água, no bairro Muquiçaba, em Guarapari. Ele estava no quarto com mulher e a filha de apenas quatro anos, e chegou a lutar com os assassinos, mas foi morto com um tiro na cabeça.

Vídeo. A polícia recebeu um vídeo que mostra os acusados da morte, dentro de um carro, mostrando armas e cantando, antes de chegar e executar o cigano em Guarapari. “Esses indivíduos foram reconhecidos como sendo os executores da vítima”, explicou o delegado Franco Malini, da Divisão de Homicídios.

Vingança. De acordo com o delegado, o assassinato é parte de uma série de mortes em vários Estados. “Esse grupo de ciganos que estão em Guarapari são oriundos da Bahia. Eles se recusaram a pagar um tipo de pedágio exigido por outros ciganos, mas mesmo deixando o local, eles continuaram sendo perseguidos por esses ciganos da Bahia. Não sabemos todos os detalhes ainda, mas eles estariam sendo extorquidos por esse cigano da Bahia”, disse.

Denúncia. Ainda de acordo com o delegado, além de Diego houve outras duas mortes, uma em São Paulo e outra em Brasília. A família de Diego vinha mudando de Estado, fugindo destes assassinos. “Sabemos que esse grupo ainda pretende matar outros indivíduos que deixaram a Bahia e estariam em Guarapari. Nossa intenção é identificar essas pessoas que estão no veículo para que outros homicídios não ocorram. Para isso contamos com o disque denúncia 181”, afirmou. 

O vídeo recebeu tarjas que não identificam os rostos, já que os executores podem ser menores. Mesmo assim, a polícia pede ajuda da população para encontrar os assassinos. 

Deixe seu comentário

Comments are closed.