A madrugada de sexta-feira (22) foi sangrenta em Guarapari. Diego Malaquias da Silva, 21 anos, foi assassinado a tiros enquanto dormia com a família. Testemunhas afirmam que ao menos cinco indivíduos estão envolvidos no crime.

Casa onde a família morava há um mês. Foto: Roberta Bourguignon.

Os criminosos escalaram um muro e entraram pela porta da frente, renderam familiares da vítima em um quarto e avançaram para o cômodo onde Diego dormia com a esposa e a filha. O rapaz entrou em luta corporal com o atirador e foi atingido por um tiro na cabeça. Esposa e filha assistiram à triste cena. A menina de apenas quatro anos foi levada ao HFA, pois imaginaram que ela estivesse ferida, mas a mesma estava coberta pelo sangue do pai. 

Segundo informações da família, o rapaz foi o terceiro deles a ser morto em consequência de uma guerra entre ciganos. Desde que o primeiro membro foi morto, a família tem se mudado de Estado, fugindo dos assassinos. O motivo da perseguição, segundo eles, está ligado a uma dívida e ao assassinato de um cigano na Bahia, estado de onde a família veio.

A família está em desespero, pois cada um dos parentes foi jurado de morte. Medidas protetivas foram concedidas às mulheres.

Comments are closed.