A capixaba Jordana Lírio estreou na faixa preta no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu No Gi e conquistou a medalha de prata, na última sexta-feira (26), em São Paulo-(SP). Contemplada pelo programa Bolsa Atleta, da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), a lutadora disputou a categoria super pesado.

Jordana Lírio estreou na faixa preta no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu No Gi e conquistou a medalha de prata.

Campeonato. A competição foi realizada pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJE) e abriu o calendário da temporada da atleta Jordana Lírio, que, apesar do bom resultado, não se contentou com o segundo lugar e já almeja o lugar mais alto do pódio nas próximas disputas. Ela reconhece que cometeu alguns erros que lhe custaram a vitória no Mundial, mas está determinada a continuar treinando para corrigir os detalhes.

“Treinei muito para essa competição e estava muito confiante. Infelizmente, um detalhe me fez perder a luta e, faltando poucos segundos para finalizar, a minha adversária conseguiu virar o jogo. Preciso continuar treinando e ajustar os detalhes. Tenho certeza que essa luta me ensinou muito, ainda mais por ser a primeira competição na faixa preta. Estava com uma expectativa muito boa, mas sei que o ano está só começando e muitas competições virão e tenho certeza que o lugar mais alto do pódio virá”, destacou Jornada Lírio.

Bolsa Atleta. O Bolsa Atleta tem como objetivo principal beneficiar atletas e paratletas de alto rendimento, com o auxílio financeiro mensal que deve ser utilizado para a manutenção dos resultados obtidos e da carreira esportiva do atleta no ano de recebimento do benefício.

Com um investimento de R$ 3,9 milhões, o edital 2024 atingiu o recorde de esportistas de alto rendimento selecionados, com 234 contemplados, 43 a mais do que no edital anterior. Serão pagos aos selecionados 12 parcelas mensais, de acordo com a categoria: estudantil (R$ 500), nacional (R$ 1.500), internacional (R$ 2 mil) e olímpico (R$ 4 mil).