A atleta Fernanda Mazzelli, da equipe Striker de Jiu-Jitsu, conquistou mais dois títulos neste final de semana, o de vice-campeã brasileira na categoria super-pesado e terceiro lugar na categoria absoluto do Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu 2018. O evento foi realizado em Barueri, São Paulo, de 28 de abril a 06 de maio.

Fernanda Mazzelli conquistou o vice-campeonato no Brasileiro de Jiu-Jitsu 2018. Foto:Whatsapp

Fernanda disputa o Campeonato Brasileiro há 18 anos, sendo que há 9 anos como faixa preta. Ao longo desses anos ela conquistou 11 títulos de campeã brasileira. Dessa vez ela perdeu o título para Jéssica de Oliveira, da academia Grace Barra. As duas já são velhas conhecidas e vão se reencontrar no Mundial de Jiu-Jitsu, em Long Beach, na Califórnia.

A capixaba relatou que apesar de não ter conquistado o primeiro lugar, ficou satisfeita com seu desempenho. “Eu já não treino como treinava antes, mas só de estar ali é muito bom. Eu lutei muito bem e às vezes o primeiro lugar não quer dizer que a gente foi 100%. Às vezes a gente pode até tirar o segundo, como no meu caso, e saber que lutou bem e sair satisfeita do evento por saber que a gente pode e estar no nível das meninas”, disse Fernanda.

Além de suas conquistas, a atleta também viu seus discípulos conquistando medalhas. “Esse evento bateu recorde de maior campeonato de Jiu-Jitsu, deu 7.500 atletas. Na equipe de Guarapari, conseguimos levar quatro meninos do Projeto Social Fernanda Mazzelli e dois ganharam medalhas de segundo e terceiro lugar”.

Thiago, que é bi-campeão brasileiro, disputou a categoria Peso-Leve, na faixa preta, até as quartas de final. Foto: Whatsapp

Segundo o mestre da equipe Striker, Thiago Oliveira, 16 atletas de Guarapari participaram do Brasileiro e oito conquistaram medalhas. Thiago é bi-campeão brasileiro de Jiu-Jitsu, mas dessa vez lutou até as quartas de final pela categoria Peso-Leve, na faixa preta, e ficou entre os oito colocados entre os 44 atletas que disputaram o título em sua categoria. Apesar de não ter conquistado medalha, ele está satisfeito com o desempenho de sua equipe. “Foi um campeonato bem cansativo porque foram quase 10 dias de competição, mas com certeza também foi bem satisfatório porque conquistamos oito medalhas”.

Os irmãos Gabriel, de 14 anos, e Rafael Peluso, 20,  participaram do Campeonato Brasileiro pela primeira vez e garantiram suas medalhas de primeiro e terceiro lugar na categoria , respectivamente. O pai dos meninos, Valmir Lima Rodrigues, relatou que enquanto os dois lutavam, a mãe deles, Rosa de Moura Peluso Rodrigues, passou por uma cirurgia na cabeça para retirada de um tumor e antes do procedimento Gabriel prometeu que ganharia a luta.

Os irmãos Gabriel e Rafael Peluso conquistaram o primeiro e terceiro lugar, respectivamente. Fotos: Whatsapp

Gabriel contou que já tem diversos títulos estaduais e está radiante por ser o mais novo campeão da categoria Infantojuvenil 3 Peso-Pena do Campeonato Brasileiro. “Foi muito bom. Não tenho nem palavras para dizer a emoção que foi sair daqui de Guarapari e ir lá para São Paulo disputar o Brasileiro e voltar campeão”.

Comments are closed.