O técnico em contabilidade, Paulo Sérgio Ribeiro, de 50 anos, teve sua moto, XRE 300, roubada a mão armada nesta segunda-feira (4).  

Paulo saia da casa de sua mãe, na Rua Alexandre Grande Ribeiro, em Muquiçaba. Ele percebeu a presença de um homem que o rodeava, e no momento em que ligou a moto, o bandido que estava a pé, anunciou o assalto e fugiu com o veículo.

A moto roubada, de placa PPJ-1763, é do mesmo modelo e cor da motocicleta desta foto. Foto: arquivo pessoal.

Além da moto, o técnico em contabilidade ficou sem a carteira, que estava dentro do baú com todos os documentos, inclusive o da motocicleta. Sem seguro, a moto era o único veículo que possuía e dependia para o trabalho. “Meu sentimento é de revolta. Agora o trabalhador não pode ter mais nada. Enquanto bandido fica com a vida boa usando o que suamos para comprar”, lamenta Paulo Sérgio.

A vítima conta que a rua em que foi assaltado é um local familiar, mas que agora não se sente seguro para frequentar o lugar. “Meus filhos brincavam nessa rua, e agora está desse jeito. Eram 8h30 da noite e aconteceu isso comigo. Guarapari está muito perigosa. O Estado deveria garantir a nossa segurança, mas ninguém faz nada”, conta Paulo.

Depois do boletim de ocorrência feito, Paulo Sérgio tem esperança de encontrar sua moto. “Tomara que encontrem. Eu consegui uma bicicleta emprestada para trabalhar. Preciso ter a moto de volta”, diz o técnico em contabilidade.

Deixe seu comentário