A nova rodoviária de Guarapari que estava programada para começar a operar em março, reveja na matéria, tem nova data para iniciar os serviços de embarque e desembarque de passageiros no município. Junho, é o novo prazo estipulado pela construtora para a entrega das obras.

rodoviária
Quatro anos se passaram desde que a empresa ganhou o direito de exploração da área reservada à rodoviária. Foto: Roberta Bourguignon/portal27

O Rodoshopping, como foi batizada a nova rodoviária, almeja atender todas as empresas de ônibus que operam no município. E de acordo com um dos responsáveis pela construtora, cerca de 4 mil pessoas passarão pelo local diariamente e, no verão, a expectativa é ainda maior. “Somente as empresas Planeta, Alvorada e a Sudeste levam cerca de 3 mil pessoas por dia, que vão para Vitória, Vila velha, Iconha, Cachoeiro, entre outras cidades. E ainda teremos os ônibus que vem de fora do estado, somando um fluxo de quase 4 mil pessoas por dia”, explica Luiz Antônio Nicchio, sócio da Construtora Telavive.

rodoviária
Serão 12 espaços para embarque e desembarque.Foto: Roberta Bourguignon/portal27

No início, 12 vagas atenderão os ônibus que entrarão e sairão da rodoviária. Serão cinco espaços para desembarques e sete para embarque. Na alta temporada, serão disponibilizadas mais 12 vagas, totalizando 24.

Estacionamento para ônibus de excursão. Segundo Luiz Antônio, ainda não há expectativa para inauguração do estacionamento para os ônibus de excursão, já que o local a ser instalado se trata de um morro, e a empresa encontrou dificuldades para construir.

O secretário de Planejamento e Desenvolvimento Rural e Urbano do município, disse que já recebeu a solicitação do novo prazo de entrega da obra da rodoviária e encaminhou para a procuradoria. “Eles solicitaram um novo prazo para a entrega da obra, com algumas justificativas sobre a delimitação do espaço. Nós encaminhamos para a procuradoria da prefeitura. Mas ainda não há nenhuma resposta por parte do Município”, explica Antônio Chalhub.

A Construtora Telavive foi a vencedora do processo de licitação que concedeu o direito de exploração da área reservada à rodoviária em março de 2011. A Telavive tem o direito de explorar a rodoviária por 25 anos. Toda a obra foi feita com recursos da própria construtora.

Deixe seu comentário