Banner TOP
JB Padrão

Guarapari é não só o balneário mais famoso do Espírito Santo, mas também um dos mais belos cartões postais do nosso estado. Por suas belezas abundantes, com mais de 50 praias, a cidade se tornou a queridinha dos mineiros e de muitos outros turistas que costumam passar todo o verão aqui. O que muitos não sabem é que nossa Cidade Saúde não é só composta pelas mais badaladas praias do nosso Estado, há muitas outras coisas a serem descobertas em Guarapari.

Radioatividade. O título de cidade Saúde foi atribuído a Guarapari na década de 30, mais precisamente, em 1938, quando Dr. Silva Melo pesquisou a radioatividade das areias monazíticas e suas possíveis propriedades terapêuticas, o que movimentou o turismo da cidade e abriu as portas para que estudos mais especializados fossem feitos sobre as areias monazíticas. Alguns acreditam, entretanto, que o título de Cidade Saúde surgiu antes, em 1916, quando para inaugurar o cemitério São João Batista, no bairro Caminho da Fonte, foi necessário trazer um morto emprestado de Anchieta, visto que os guaraparienses gozavam de boa saúde e ninguém morria.

Com muita história para contar, com suas areias monazíticas conhecidas mundialmente e com todos os points que garantem o prazer das férias de quem frequenta nossa cidade, Guarapari tem lugares que merecem destaque. Praia ou montanha, água salgada ou água doce, há atrações para agradar gregos e troianos.

Uma boa dica para quem procura uma praia com águas calmas e cristalinas é visitar as três praias. Percorrendo pouco mais de um quilômetro, os visitantes desse paraíso da natureza podem se deslocar da Praia dos Adventistas até à Praia do Morcego, avistando as belas paisagens pelo caminho da trilha. É importante que os visitantes se conscientizem de que todo o lixo deve ser recolhido e transportado, pois há apenas duas pessoas responsáveis pela limpeza dessa praia.

Três Praias – Guarapari

Cachoeiras. Para os que procuram um lugar de sossego, longe da agitação dos dias quentes de verão, o lugar ideal é uma das cachoeiras que embelezam as regiões interioranas de nossa cidade. Nossa dica de hoje é a cachoeira do Barbudo, que fica em Buenos Aires. Conhecida também como cachoeira do Turco, esse paraíso se localiza em uma propriedade particular, mas os proprietários não cobram uma taxa fixa pela entrada dos visitantes, eles pedem apenas uma contribuição para a manutenção do local. Para chegar, basta chegar ao trevo de Guarapari, na BR 101 e seguir em direção a Buenos Aires, após aproximadamente 10km de subida, é possível avistar o bar do Ademir, onde o visitante deverá virar à esquerda e seguir por 2,5km de estrada de chão.

Cachoeira do Barbudo – Buenos Aires, Guarapari

Cachoeira ou praia, natureza ou badalação, história ou lazer, Guarapari reserva muitos atrativos aos seus visitantes. “Quer viver o sonho lindo que eu vivi? Vá viver a maravilha de Guarapari”… Nem os melhores poetas, nem os violões com melhor sonoridade conseguem descrever as belezas da Cidade Saúde nas mais lindas canções, parafraseando aqui a Valsa de Guarapari: vale a pena conferir.

Institucional MAllagutti
Institucional Basic Idiomas
Camara Municipal de Guarapari – Participe
Banner Marcelo

Padrão

4 COMENTÁRIOS

  1. Guarapari precisa é de quem sabe fazer política digna. Para trazer desenvolvimento pro município, porque é uma vergonha, porque Guarapari só existe no verão.

  2. Concordo com você Carlos.
    Temos lindos pontos turísticos, porém um turismo de péssima qualidade.
    Guarapari deveria ter lindas pousadas e resorts,
    Mas como concorrer com estas casas que colocam 100 pessoas dentro que trazem tudo de fora só compram pão nas padarias para o café da manhã.
    Estas casas nao tem padrão nenhum :
    – Se der um Incêndio nao tem saudade emergência
    – Não pagam iss nem qualquer imposto para o municipio, (IPTU e obrigacao de todos)
    – Taxa de esgosto igual a de uma residência familiar (sendo 100 pessoas na casa)
    – Não tem registro de hóspedes
    – Não Gera emprego nenhum
    – A maioria de proprietários são de fora da cidade e leva todo o valor do aluguel para sua cidade de origem.

    Enfim se queremos evoluir com um bom turismo temos que profissionalizar estas casas.
    Não é que tem que proibir mas sim colocar Regras para que possamos ter um turismo que gere emprego e renda o ano todo.

    Vamos pensar nisso para os próximos verões.

  3. E ainda existe a cachoeira de Pernambuco, uma maravilha que ninguém comenta, pouco divulgada em Guarapari. Mas muito conhecida dos nossos vizinhos de Cariacica e Vila Velha. Lugar muito lindo, com uma queda d’água de mais de 15 metros de altura.

  4. É uma pena que a cidade não valorize o que tem. A exemplo de outras cidades, Guarapari deveria ser mais seletivo com os seus frequentadores. O turista de hoje, principalmente os que frequentam a Praia do Morro não trazem lucro nenhum para cidade, pelo contrário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here