Banner TOP
JB Padrão
Ribero e Padua

Com o objetivo de ressaltar a importância da valorização de pessoas com deficiência visual e o esforço para que cada vez mais possam ser incluídas na sociedade, a Escola Estadual Professora Inah Werneck, localizada em Cachoeiro de Itapemirim, promoveu uma semana de conscientização e comemoração ao sistema de leitura e escrita Braille. As atividades foram realizadas junto aos alunos do 1º ao 8º ano do ensino fundamental.

Para melhor entender como funciona o sistema tátil, foram disponibilizados diversos materiais utilizados na educação especial, como as máquinas perkins e reglete – que escrevem em braile – e os livros que trazem essa linguagem. Os estudantes puderam aprender, ainda, algumas noções sobre o alfabeto Braille.

Braille apresentou a primeira versão do seu sistema de escrita e leitura com pontos em relevo para a utilização do deficiente visual em 1825.
Braille apresentou a primeira versão do seu sistema de escrita e leitura com pontos em relevo para a utilização do deficiente visual em 1825.

Segundo a professora do Atendimento Educacional Especializado, Telma Novaes, a ação contribui para o fortalecimento do debate social acerca dos direitos das pessoas cegas e a sua plena integração à sociedade.

“É importante que os estudantes tenham acesso a esse tipo de informação para que possam valorizar o esforço das pessoas que possuem deficiência e entender que são seres humanos plenamente capazes de aprender e assumir o seu lugar dentro da comunidade”, frisa.

A Escola Professora Inah Werneck atende, atualmente, quatro crianças com deficiências visuais. “Essas crianças são integradas aos demais alunos e participam de todas as atividades realizadas na escola, sempre recebendo apoio dos professores. No contraturno, elas são atendidas por meio da modalidade da Educação Especial, onde recebem o assessoramento adequado para o desenvolvimento escolar”, informa.

Braille

O Sistema Braille é um sistema de leitura para cegos por meio do tato, criado pelo francês Louis Braille, que perdeu a visão aos três anos de idade. Braille apresentou a primeira versão do seu sistema de escrita e leitura com pontos em relevo para a utilização do deficiente visual em 1825. Sua escrita é baseada na combinação de seis pontos, dispostos em duas colunas de três pontos, que permite a formação de 63 caracteres diferentes que representam as letras do alfabeto, números, simbologia aritmética, fonética, musicográfica e informática. No Brasil, a data de 08 de abril foi escolhida como Dia Nacional do Braille em homenagem ao dia de nascimento de José Álvares de Azevedo, o primeiro professor cego brasileiro.

Camara Municipal de Guarapari – Participe
Ideally

Banner Marcelo
Institucional MAllagutti

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here