O estudante atropelado na tarde de hoje, próximo à Secretaria de Educação (Semed) foi identificado. O nome dele Alaerte Ricieri Simões, de 16 anos. De acordo com as primeiras informações apuradas ele estudava na escola normal no centro da cidade. Alarte  foi atropelado na tarde de hoje (29), às 13h, na rodovia Jones dos Santos Neves, na altura da (Semed). Ele estava sentado atrás de uma árvore, que fica na calçada entre as pistas, escutando música com o fone de ouvido em seu celular.

Adolescente já foi identificado, mas a família ainda não foi localizada. Foto: Jamille Scopel.
Corpo do adolescente ficou no meio da pista.

O jovem teria saído de trás da árvore e deu um passo na pista, um caminhão da Roma Construtora, carregado de areia, o atropelou. “O motorista freou mais o menino saiu da calçada depressa e não tinha como ele ter visto”, disse uma das testemunhas que não quis se identificar. Outras três pessoas que estavam no local contaram a mesma história.

Alaerte gostava de música e vivia com fones de ouvido. Foto: Arquivo pessoal.
Alaerte gostava de música e vivia com fones de ouvido. Foto: Arquivo pessoal.

Em sua página no Facebook, o jovem demostrava gostar de gibis, cultura gótica,  mangás e rock.  Um dos detalhes que chamavam atenção, era que ele também  curtia páginas de filmes de terror.

Adolescente foi identificado. Foto: Jamille Scopel.
Adolescente foi identificado. Foto: Jamille Scopel.

Motorista. Quem conduzia o caminhão,era Sigmar José Melia Braga, 27 anos, que preferiu não falar com a imprensa. A polícia informou que ele fará o teste do bafômetro, porque é praxe, ele foi levado  ao Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) para dar seu depoimento. Ele responderá por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, a não ser que o bafômetro de positivo.

Deixe seu comentário