A família da adolescente Roberta dos Santos Pereira, de 14 anos, está desesperada em busca de notícias. Ela estuda na Escola Estadual Zuleima Fortes Faria, no Itapebussu, e há três dias foi estudar e não voltou mais para casa.

Segundo o padrasto, Roberta foi para a escola há três dias e não voltou mais para casa.

Segundo o padrasto de Roberta, o comerciante Antônio José Alves, de 57 anos, no dia do desaparecimento não houve nenhum desentendimento dela com os familiares. “Estava tudo bem conosco, não houve nenhum problema. Ela almoçou normalmente e foi para a escola. Ela fez a prova e quando saiu ficou encostada em uma lanchonete. Lá tinham três pessoas que estavam com ela e desse momento ela desapareceu”.

Antônio contou que um dos rapazes visto com a menina era o irmão dela por parte de mãe, que mora com a tia, mas que a família já o procurou para saber notícias e não conseguiu nenhuma informação que ajudasse a encontrar Roberta. “Ontem eu e minha esposa fomos lá falar com ele e ele disse que não sabia de nada, mas iria tentar ajudar. Hoje também fui atrás do outro rapaz que também foi visto. Ele não negou, disse que esteve com ela até a ponte e que de lá foi embora e ela ficou. Disse que não sabe para onde ela foi”.

O padrasto também relatou que ele e a mãe da adolescente estão sofrendo com sua ausência. “Minha mulher está há três dias chorando dia e noite e tomando remédios. Ela é filha da minha mulher e criei desde criança. Tenho por ela o mesmo amor que um pai tem e estamos muito preocupados”.

Apelo. Ele disse que ela não tem celular e por isso, fica ainda mais difícil tentar localizá-la. Antônio fez um apelo para que Roberta volte para casa. “Peço pelo amor de Deus que ela volte para casa. Nós não fizemos nada de errado para ela. Que Deus toque nesse coração porque a mãe dela está desesperada e sofrendo sem saber o que está acontecendo. Sem saber o que a levou a fazer isso e magoar a mãe que passou nove meses com ela na barriga. Que ela volte para casa que a mãe está pronta para perdoar sem querer bater. Nós só vamos conversar. Queremos ela em casa seja como for”, afirmou o padrasto.

Informações. A família já registrou o desaparecimento da adolescente e quem tiver informações que ajudem a localizá-la pode entrar em contato com a polícia através do Ciodes (190) ou do Disque-Denúncia (181) ou ainda pelo telefone 99720-2723 e falar com Antônio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here