A Polícia Rodoviária Federal encerrou, às 24h desta segunda-feira (12), a Operação Nossa Senhora Aparecida. Pontos considerados mais críticos quanto ao número e à gravidade dos acidentes tiveram a fiscalização intensificada com viaturas, policiais e equipamentos extras.

Foram registrados 38 acidentes e quatro mortes nas rodovias federais do estado. Três dessas vítimas eram motociclistas e um motorista de carro de passeio na BR 101 em Guarapari, onde a colisão entre dois veículos deixou cinco pessoas feridas, inclusive uma criança de dois anos de idade. O fato foi noticiado pela reportagem do Portal 27.

O acidente ocorreu no quilômetro 348, próximo à localidade de Jaboti, na Zona Rural da cidade, por volta das 14h20. Até o helicóptero da Polícia Militar foi acionado para ajudar no resgate das vítimas. FOTO: João Thomazelli/Portal 27
O acidente ocorreu no quilômetro 348, próximo à localidade de Jaboti, na Zona Rural da cidade, por volta das 14h20. Até o helicóptero da Polícia Militar foi acionado para ajudar no resgate das vítimas. FOTO: João Thomazelli/Portal 27

No total, foram aplicadas 949 multas, sendo 336 por ultrapassagem proibida. Foram registradas 1.966 imagens de radar. As duas infrações mais registradas continuam sendo as infrações que mais matam no nosso estado, o excesso de velocidade e a ultrapassagem proibida.

AUTUAÇÕES
A PRF fiscalizou 3.110 veículos e 3.473 pessoas entre os dias 9 e 12 de outubro. Foram realizados 1.172 testes de alcoolemia, que resultaram na prisão de uma pessoa e 13 autuações por dirigir sob influência de álcool.

Outros 123 motoristas foram autuados por estarem sem o cinto de segurança ou por transportarem passageiro sem o dispositivo. No sábado (10), foram apreendidos 51 gramas de crack em Viana.

Dois homens foram presos, sendo que um deles tinha mandado de prisão em aberto, e um menor foi seis motoristas foram autuados por transportarem crianças sem o dispositivo de retenção adequado: a cadeirinha apropriada para a idade.