No segundo dia da festa de comemoração aos 123 anos de Guarapari, a violência na cidade saúde voltou à tona. Segundo a PM, era por volta das 3h40 da madrugada desse sábado (20), quando funcionário de supermercado, Davi Vieira Lima dos Santos, 31, que se divertia com seus amigos, foi atingido por um tiro na cabeça.

Salvar Capa
Davi trabalha em um açougue de um supermercado em Guarapari.

O crime aconteceu na casa noturna Summer Hits, que fica no bairro Jardim Boa Vista, próximo a prefeitura da cidade. A Summer estava lotada, pois o acesso interno ao local foi liberado gratuitamente. No momento do disparo, houve muita correria e pânico. Populares informaram aos policiais que um rapaz que estava em uma cadeira de rodas, seria o autor do disparo. Ninguém foi encontrado. “Nós estávamos dançando, quando ouvimos um barulho e olhamos para trás e vimos todo mundo correndo, falando que era tiro. Eu saí de lá desesperada. Só pensava em sair de lá”. Conta uma testemunha.

Davi, foi atendido pelo SAMU e encaminhado para  Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Segundo a enfermeira que fez o atendimento, Davi perdeu massa encefálica e foi transferido para o Hospital São Lucas, em Vitória.  A Polícia Civil vai investigar o caso.

Explicações: procuramos o proprietário da casa, Wallace Dos Santos, que confirmou as informações e disse que a casa tem segurança reforçada. “Temos a segurança da casa reforçada com toda documentação correta até o final do ano. Estamos com tudo ok”, disse ele.

Ainda segundo Wallace, um cadeirante entrou sim dentro da casa. Ele foi revistado e os seguranças não encontraram nenhuma arma com ele. “As imagens mostram a abordagem.Estava tudo escuro. Não sabemos se foi ele mesmo ou outra pessoa”, disse. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, Davi continua internado e a situação dele é grave.