Em entrevista publicada no jornal A Tribuna de hoje (20), o prefeito de Guarapari Orly Gomes (DEM), se disse preocupado com a implantação de um ponto do sistema Transcol em Guarapari, conforme foi noticiado pelo portal 27.  (CONFIRA AQUI)

IMG-20140911-WA0007
Transcol linha 672 que vai atender Guarapari começa a funcionar no próximo dia 28.

De acordo com o prefeito, a cidade de Guarapari não tem infraestrutura para receber o Transcol, que começa a funcionar no próximo dia 28. “Essa ação pode descaracterizar nossas praias, nosso turismo, porque vamos ter uma quantidade de pessoas que a infraestrutura não está preparada para atender. Além do grande número de pessoas que vem nesses ônibus para praticar delitos na cidade”, afirmou o prefeito ao jornal.

Orly
“Essa ação pode descaracterizar nossas praias, nosso turismo”, disse o prefeito ao jornal.

Segurança. Ainda na mesma matéria o comandante da polícia militar em Guarapari, Tenente Coronel Marin, informou que o Transcol em Guarapari também traz preocupação à polícia. “Estaremos mais atentos ao fluxo de pessoas que possam vir, principalmente Vila Velha. Nós estamos de olho e vamos aproveitar o novo efetivo que chegou na semana passada para ampliar o policialmente para o extremo norte, na região de Setiba até Palmeiras”, disse Marin a Tribuna.

A presidente da Associação dos Amigos da Praia do Sol, Neia Lima, disse ao jornal que o Transcol vai melhorar as condições dos moradores que precisam do Transcol na cidade. “Muita gente vai voltar a morar em Guarapari e poder trabalhar em Vitória sem ter que pagar passagens todos os dias”, disse ela ao jornal.

Já o diretor da Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória (CETURB), Léo Cruz, informou que o Transcol foi um pedido dos moradores no  Orçamento Participativo. “Em 2012, o pedido dói o mais votado na internet para que fosse atendido pelo orçamento Participativo do Estado”, disse Cruz.

Deixe seu comentário