Os dois homens capturados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), após uma perseguição na BR 101, na última segunda-feira, são suspeitos de um assassinato em Uberlândia, Minas Gerais. Bruno Sales de Oliveira, comerciante de 30 anos, foi morto a tiros no comércio da família.

Fonte: PRF

O crime teria acontecido no dia 18 deste mês, véspera da captura dos suspeitos pela PRF. Segundo informações do jornal Estado de Minas, a Polícia capixaba afirmou que os dois homens teriam viajado até o Triângulo Mineiro para cobrar uma dívida do tráfico.

Ainda de acordo com o jornal, a vítima estava no supermercado da família localizado no bairro São Jorge, em Uberlândia, que teria sido inaugurado no mesmo dia. Por volta das 19 horas, dois homens chegaram e efetuaram 10 disparos contra Bruno. Um idoso de 73 anos também foi atingido.

A polícia de Minas divulgou uma foto do carro utilizado pelos suspeitos no dia do assassinato. O veículo estava estacionado em uma rua do município. Acredita-se que este seria o mesmo carro apreendido pela Polícia Rodoviária Federal em Guarapari.

Foto divulgada pela polícia de Minas Gerais
A delegada Thays Regina Silva, responsável pelo inquérito policial do homicídio, informa que equipes da Polícia Civil de Minas Gerais e da Polícia Federal no Espírito Santo atuaram em conjunto para descobrir a identidade de um dos suspeitos, isso porque os mesmos apresentaram documentos falsos.
A delegada afirma que o caso ainda precisa de investigações, mas levantamentos iniciais apontam para uma execução relacionada ao transporte de drogas que estaria sob responsabilidade do comerciante. “Vamos continuar a investigação para saber se, realmente, isso será confirmado”, afirma.
Deixe seu comentário