Enquanto realizavam uma ação de fiscalização na BR 262, na altura do município de Viana na manhã da última segunda-feira (19), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) emplacou uma perseguição contra um carro suspeito, que acabou em uma batida na BR 101, e na apreensão de armas, documentos falsos e explosivos em Guarapari.

Os policiais federais, após suspeitarem do condutor do veículo, emitiram uma ordem de parada, sendo desobedecida pelo motorista que iniciou uma tentativa de fuga com o carro. Durante o percurso o automóvel foi sujeitado à diversas manobras perigosas, com ultrapassagens pelo acostamento e entre os outros carros da rodovia.

Os policiais seguiram o carro por 20 quilômetros, viram inclusive os suspeitos jogarem uma arma pela janela do veículo, a perseguição, no entanto, só foi finalizada com a batida do automóvel na traseira de uma carreta, na praça do pedágio em Guarapari. O condutor, de 34 anos, ainda tentou fugir a pé, porém não obteve sucesso e o outro suspeito, um passageiro de 25 anos, foi detido no local da batida.

Enquanto realizavam uma ação de fiscalização na BR 262, na altura do município de Viana na manhã da última segunda-feira (19), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) emplacou uma perseguição contra um carro suspeito, que acabou em uma batida na BR 101

Em vistoria ao veículo, os agentes encontraram uma pistola calibre 380 mm, carregada com 11 munições e pronta para uso, uma pistola calibre 9 mm, sendo a que foi jogada na mata na tentativa de fuga, carregada com cinco munições e com a numeração raspada, quatro bananas de explosivos, 20 metros de cordel detonante e quatro estopins com espoleta simples. Segundo os suspeitos, os itens seriam utilizados em tentativas de assaltos à carros de transporte de valores e caixas eletrônicos.

Os policiais ainda encontraram dentro do automóvel dois certificados de registro e licenciamento de veículo que foram emitidos na mesma data, com um deles fazendo parte de um lote de documentos extraviados do Dentran/ES. O veículo, segundo os agentes, foi adquirido com documentos falsos.

Após realizarem consultas, os policiais rodoviários federais também descobriram que o motorista não possuía carteira nacional de habilitação (CNH), e que o passageiro tinha diversas passagens, por crimes como roubo e estelionato. A ocorrência foi encaminhada para o Departamento de Polícia Judiciária em Cariacica, porém posteriormente foi encaminhada para a Polícia Federal em Vila Velha.

Deixe seu comentário