Um homem que através das drogas conheceu o verdadeiro inferno. Assim é o universo descrito por Almir Bonzi, que lançou o seu livro “Crack, a pedra extraída do inferno”, no último sábado (3), no plenário da Câmara Municipal.

O lançamento contou com membros da Igreja Metodista de Guarapari,vereadores, lideranças comunitárias e diversas pessoas que se fizeram presentes e compraram o livro.

2013-08-03 20.45.59
Representantes de entidades prestigiaram o lançamento. Foto Wilcler Lopes

De acordo com Almir Bonzi, o livro traz um universo no qual ele se afundou, que envolve o homossexualismo, a feitiçaria, as drogas e a Aids, o que de acordo com o autor, vai alcançar muitas pessoas. “Eu usei palavras bem fáceis, bem colocadas, eu creio que vai impactar muito”, disse.

Almir, que agora é evangélico, explica que o processo de chegar ao seu livro surgiu de outro livro. “Eu no presídio e lá eu fui impactado por um livro de um pastor Jeremias. E Deus falou comigo e colocou no meu coração que eu não estava ali à toa. Eu estava ali para ser usado por ele. Ele me perguntou se alguma vez ele havia me deixado na mão. E ele me disse que queria que eu fizesse um livro e levasse esse testemunho as  pessoas”, explicou.

2013-08-03 20.52.45
Todos fizeram questão de comprar o livro e prestigiar o autor. Foto Wicler Lopes

O autor ainda explica que não foi fácil publicar o livro. “Eu tive que bancar tudo, foi complicado, mas eu venci”, diz ele, afirmando ainda  que o livro será bem recebido por todos. “Eu tenho certeza no Deus que eu sigo. Se Deus falou ele há de cumprir. Eu deixo para as pessoas que elas aprendam com os meus erros, para que elas não os cometam”, diz.

2013-08-03 20.53.20
Autor autografa o livro para o público.Foto Wilcler Lopes

O autor, afirma que apesar se ter surgido de um testemunho de fé, não é só um livro que discute as drogas da perspectiva da religião. “Esse livro vai alcançar a qualquer credo. Por que o amor está acima de qualquer coisa. Eu viso os dependentes químicos, as pessoas que estão necessitadas, independente delas conheceram Jesus ou não”, finalizou.

2013-08-03 20.22.06

 Serviço: para quem quiser maiores informações pode entrar em contato direto com o autor

Email: zaphanelli@hotmail.com

Telefone:  27.9634-5454

Deixe seu comentário