Pelo menos duas mulheres foram escolhidas para compor a chapa de vice-prefeita em Guarapari. O partido Psol que já fez a convenção partidária no último domingo (31), optou por não fazer coligação com outros partidos. Com chapa única, o presidente e candidato à prefeito pelo Psol, o historiador José Amaral escolheu Hélia Mara de Deus para compor

Para o candidato à prefeito José Amaral, a escolha é importante para o partido que também luta pelas mulheres na política. “Em primeiro lugar, escolhemos a Hélia Mara de Deus porquê do trabalho que ela desenvolve no município há anos. É um trabalho social fundamental para a cidade que assiste moradores de rua e pessoas com HIV. Como vice-prefeita, ela poderá continuar fazendo um trabalho social e também um trabalho em defesa das mulheres, contra o machismo”.

Vice Mulher
Lea se uniu a Marquinhos e Helia Mara compõe a vice dentro do PSOL com José Amaral

O historiador enfatiza ainda que a candidata é exatamente o que o Brasil precisa. “Ela é uma mulher negra que trabalha com as pessoas excluídas. A gente viu na Hélia o que o Brasil está necessitando agora. Apesar da participação da mulher na política ainda ser muito tímida, nós precisamos inserir a mulher no cenário”.

Já no PMDB, que tem Marquinhos Borges como pré-candidato, a convenção partidária ainda não aconteceu, mas as articulações dão conta de que a chapa de vice será composta por uma mulher. O nome que circula como vice de Marquinhos é o de Lea Wandekoken (PRTB). “A mulher vai ter um papel preponderante na minha gestão. Se tratando de uma pessoa cristã e que já trabalhou no município, só vem acrescentar à nossa campanha”, declarou Marquinhos Borges.

Deixe seu comentário