A falta de segurança em Guarapari segue fazendo vítimas e as mulheres são o alvo escolhido por um homem que anda fazendo assaltos na rua João Batista Lima, atrás do Shopping, no Centro da cidade.

Uma estudante de direito, de 27 anos, que não quis ser identificada, foi assaltada no local no último dia 30. Ela relatou que foi ao banco tirar dinheiro para pagar uma conta e decidiu cortar caminho pelo shopping quando foi abordada pelo bandido. A jovem não quis revelar a quantia, disse apenas que era um valor considerável.

O assaltante aproveita o pouco movimento das ruas atrás do shopping para assaltar as mulheres. Foto: Rafaela Patrício/Portal 27

“Eu tinha ido até a Caixa Econômica e depois passei pelo Correio e pela banca e desci a ruazinha. Nisso que desci ele estava de frente para mim e me parou. Na hora até achei que era uma brincadeira, não me atentei. Aí ele puxou o meu braço, colocou a faca na minha barriga e falou para eu esvaziar os meus bolsos porque eu estava sem bolsa e sem nada na mão. Mas acho que ele me viu antes para me mandar diretamente esvaziar os bolsos. Eu esvaziei e ele pegou o meu relógio, minha aliança e levou o dinheiro que eu tinha no bolso”, lamentou a estudante.

Mesmo Ladrão. Ela afirmou que no dia seguinte o assaltante fez uma nova vítima. “Quando fui procurar as imagens das câmeras na sexta-feira aí o pessoal de uma loja me informou que uma moça tinha sido roubada ali às dez e meia da manhã e que provavelmente tinha sido o mesmo cara. Eles ainda falaram que isso acontece direto ali e cada dia ele assalta uma menina”, explicou.

A jovem disse ainda que hoje o ladrão foi visto no mesmo lugar. “Uma amiga minha acabou de me falar que viu ele no mesmo lugar que fica sempre, onde fui assaltada”. Ela também acredita que o criminoso seja o mesmo homem que furtou um prédio no Centro no último domingo (09).

Ela também acredita que o criminoso seja o mesmo homem que furtou um prédio no Centro no último domingo (09).

“Fiquei sabendo do furto do prédio hoje porque um amigo me mostrou as fotos, aí vi que as características parecem ser da mesma pessoa que assaltou a menina e me assaltou. No meu dia eu fiquei muito nervosa na hora e não olhei muito para o rosto dele. Mas vendo ele, sei quem é. As imagens da câmera mostram ele saindo depois que a menina foi assaltada, o meu assaltou não foi registrado. Mas no vídeo vi a bicicleta e o porte dele de andar de bicicleta. Ele estava de chapéu e tem dia que está sem, acho que é para disfarçar”.

O Portal 27 procurou a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SESP) para saber o que a Polícia Militar vai fazer para melhorar a segurança na cidade já que os casos de furtos e assaltos tem sido constantes e recebeu a seguinte resposta:

“A Polícia Militar informa que desde o mês passado, o município de Guarapari passou a contar com a Força Tática, que é a estrutura da PM que executa o patrulhamento tático móvel, modalidade de policiamento ostensivo realizada por processos desenvolvidos por meio de viaturas, motos ou a pé, visando prevenir e reprimir qualificadamente a criminalidade, de forma suplementar às demais modalidades de polícia ostensiva.

A PM se coloca à disposição da comunidade para conversar sobre as ações de policiamento desenvolvidas na região. É importante que as vítimas registrem as ocorrências na delegacia para que a Polícia Civil investigue os casos”.

Deixe seu comentário

Comments are closed.