A configuração da Câmara de Guarapari pode mudar com a entrada de um novo vereador. Tudo vai depender da situação de Dr. Rogério Zanon que foi expulso do PRP de Guarapari, sem o conhecimento da direção estadual do partido, conforme já foi publicado pelo Portal 27.   

A expulsão pode parar na justiça eleitoral, pois o partido estuda pedir o mandato do vereador. Segundo a assessoria jurídica do partido, uma reunião da direção estadual para decidir o posicionamento do PRP sobre essa questão está marcada para esta semana.

Filiado ao PRP, Ney da Concha, que é o terceiro suplente da coligação

Caso o partido peça o mandato na justiça e Dr. Rogério tenha uma decisão desfavorável, entra Ney da Concha, que é o terceiro suplente da coligação. O segundo suplente seria o candidato Motinha, mas ele ficou inelegível após uma decisão da justiça eleitoral, que o julgou por uma suspeita de compra de votos.

Procurado pelo Portal 27 para comentar a situação, Ney da Concha (PRP) disse que tudo está sendo resolvido pela direção estadual. “Segundo os meios jurídicos existe um problema com a expulsão do Dr. Rogério que não comunicou a direção estadual. Eles entendem que existe a possibilidade dele perder o mandato, e por isso as medidas cabíveis estão sendo tomadas pela direção estadual”, disse.  

Ney teve 556 votos na última eleição e caminhou junto com o prefeito Edson.

Ainda segundo Ney, que teve 556 votos na última eleição, a expectativa de assumir o mandato é grande. “Estou nesta luta desde 2012 quando tive 957 votos. Eu já tentei por três vezes ser vereador e já fiquei fora por causa de legenda. Mas meus eleitores querem me ver trabalhando na Câmara”, explica.

Segundo Ney, caso ele se torne vereador, seu posicionamento político vai depender de conversas. “Se isso acontecer, o que posso dizer é que tudo que for bom para Guarapari terá meu apoio. Mas eu vou conversar com o prefeito primeiro. Eu estive junto na coligação, mas estou fora da administração de Edson. Graças a Deus não dependo de política e continuo trabalhando”, finalizou.  

Comments are closed.