O padre jesuíta César Augusto dos Santos, vice-postulador da canonização de São José de Anchieta, esteve em Anchieta nesta sexta-feira (23) e participou de uma coletiva à imprensa junto com o prefeito Marquinhos. O diretor do Santuário de Anchieta, Padre Acrízio, e o Padre Miguel de Oliveira Martins Filho, provincial dos jesuítas no Brasil, também participaram do evento.

Entre os temas abordados destaca-se o processo de canonização do Apóstolo do Brasil, como era chamado o Beato Anchieta, e a 1ª Festa Nacional de São José de Anchieta. Para o vice-postulador da causa, o que fez o Padre José de Anchieta ser merecedor da canonização foi a sua humildade, seu testemunho de fé inabalável em Deus, a esperança e a caridade.
O resultado do trabalho do Padre Cesar Augusto e demais postuladores jesuítas, entregue ao Vaticano, é uma ampla documentação sobre a vida de Anchieta.
O resultado do trabalho do Padre Cesar Augusto e demais postuladores jesuítas, entregue ao Vaticano, é uma ampla documentação sobre a vida de Anchieta.
“Para a Companhia de Jesus tornar Anchieta Santo significa que os primeiros passos da Ordem Religiosa foram acertados e produziram testemunhos fortíssimos do amor de Deus, conforme queria Inácio de Loyola, fundador da Ordem”, disse ele.
 
O prefeito Marquinhos enfatizou a importância da canonização para o município do ponto de vista histórico e cultural. “Agora temos a oportunidade de transformar Anchieta em um polo nacional de turismo religioso, e isso trará impacto na economia, na cultura e na qualidade de vida da população”, afirmou.
 
“O fato de termos que divulgar a cidade de Anchieta por conta da canonização nos levou a Roma, onde tivemos várias oportunidades de difundir os aspectos culturais, econômicos, sociais, históricos e religiosos do nosso município. Além disso, participamos da 52ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, em Aparecida do Norte, em São Paulo, que reuniu mais de 300 bispos de todo Brasil”, comentou o prefeito.
JOSÉ DE ANCHIETA3
Na oportunidade, ele falou também sobre a festa de aniversário da cidade de Anchieta, prevista para acontecer no período de 6 a 9 de junho, e divulgou a programação. Já os padres Miguel e Acrízio abordaram ques­tões importantes referentes ao período que sucede a canonização de São José de Anchieta.
 
JOSÉ DE ANCHIETADestaca-se que esta é a primeira vez que o vice-postulador, conhecido por atuar como uma espécie de advogado na causa do Santo, vem a Anchieta após a canonização, comemorada pelo Santuário Nacional de Anchieta no dia 2 de abril deste ano.
 
A coletiva foi realizada no Centro Cultural da cidade e contou com a apresentação do maestro Inárley Carletti. Ele emocionou os presentes com a música Juparanã, uma oração que o Padre Anchieta fez aos índios para ensiná-los a rezar, amar e respeitar a natureza. Essa canção também será apresentada durante as comemorações da 1ª Festa Nacional de São José de Anchieta. Confira a programação completa nos downloads abaixo.
Deixe seu comentário