Em tempos de crise, contenção de despesas e poucos repasses, os municípios do Estado apertam cintos, demitem servidores e buscam alternativas para sair do sufoco. Em Guarapari a prefeitura já buscou várias dessas alternativas. A mais nova é: mudar o banco que faz o gerenciamento  da folha de pagamento dos servidores públicos.

banestescentral2211
Banestes é uma sociedade anônima de capital aberto e de economia mista criada em 1937.

Há muitos anos que as contas da prefeitura de Guarapari, assim como da maioria dos municípios do Estado, são gerenciadas pelo Banco do Estado do Espirito Santo (Banestes). Esse banco é uma sociedade anônima de capital aberto e de economia mista criada em 1937. Um banco múltiplo controlado pelo Estado do Espírito Santo que detém, atualmente, a maior rede bancária do Estado.

No projeto de lei, também consta a estimativa para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 5%, no próximo ano.
A prefeitura lançou ontem (13), um edital para contratar uma nova instituição financeira para fazer o gerenciamento da folha de pagamento dos servidores públicos.

Edital. Mesmo sendo um banco genuinamente capixaba, a instituição parece não estar agradando ao município. A prefeitura lançou ontem (13), um edital para contratar uma nova instituição financeira (banco), para fazer o gerenciamento e o processamento da folha de pagamento dos servidores públicos municipais.  A licitação, em forma de pregão presencial, acontecerá na próxima sexta feira (23).

Resposta. Procuramos a prefeitura, para saber mais detalhes sobre essa mudança de banco. Queríamos saber quantos servidores temos hoje no município e qual o valor da folha de pagamento que é administrado pelo Banestes. A resposta completa não veio, mas apuramos com fontes do governo, que a prefeitura tem cerca de 5 mil funcionários. Através da Secretaria de  Comunicação, nos foi respondido apenas o seguinte:

Banestes3
“O Município está seguindo uma linha de melhoria da arrecadação e receita, prática já adotada por outros municípios.”

Com a abertura desta licitação, o Município está seguindo uma linha de melhoria da arrecadação e receita, prática já adotada por outros municípios do Espírito Santo e do Brasil. Caso o vencedor da licitação não seja o atual banco, o servidor que tiver interesse em receber através outro, poderá optar por fazer a migração, seguindo Lei de Portabilidade. Vale informar que a própria União já realiza estudos para licitar sua folha.

Banestes. Nossa equipe acionou o Banestes, para saber se o banco teve ciência que a prefeitura pretende licitar a folha em busca de uma nova instituição financeira. O banco nos respondeu, através da assessoria de comunicação, o seguinte:

O Banestes tem conhecimento da licitação e informa que a definição desse procedimento parte da prefeitura. O Banestes ressalta que continuará atendendo a todos os seus clientes e servidores do município, por meio das duas agências e seis correspondentes Banesfácil existentes em Guarapari.

Deixe seu comentário