A Vigilância Sanitária estadual concluiu o relatório de avaliação sobre o hospital particular São Judas Tadeu, em Guarapari, interditado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) depois de receber o relatório da auditoria realizado pelo Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) a pedido do Ministério Público Federal (MPF). As determinações da Vigilância serão repassadas à direção da Unidade e à Secretaria de Saúde do município nesta quinta-feira (07).

Hospital São Judas Tadeu. Foto: TV Gazeta.
Hospital São Judas Tadeu. Foto: TV Gazeta.

Para que o Hospital volte a funcionar, será necessário que cumpra imediatamente melhorias no que diz respeito à esterilização de materiais médico-hospitalares e instrumentais cirúrgicos (a Instituição não conta com Centro de Materiais Esterilizados – CME); realize adequações na produção e fornecimento da alimentação hospitalar, bem como no setor de lavanderia; e, por fim, apresente escala de médicos e enfermeiros 24 horas por dia.

Com informações da Secretaria de Saúde

Deixe seu comentário