Depois de mais um feriadão com ovos de páscoa recheados com farofa, já que a “turistada“ não quer saber mais de ficar em casa e quer vir para Guarapari (e tudo de uma vez), muitos funcionários da PMG ficaram mais amedrontados que estagiário de coveiro já na segunda feira, mas isso não foi o mais importante nesta semana e você vai saber o por que.

Projeto: “Durista” Rei

Guarapari cada vez mais é dominada pelos “duristas”. Explico: Aqui não se tem turismo de qualidade. Aquele turismo de várzea, aquele turismo moleque, aquele turismo de raiz como, em tempos de outrora, já existia na época de ouro do Radium Hotel e que cidades como Venda Nova do Imigrante e Domingos Martins vivem ultimamente.

O “durista” que vem para cá, além de emporcalhar a cidade, trazer tudo de casa e, ainda, juntar uns 20 outros duristas para alugar uma casa de 2 cômodos, faz tanto barulho que nem o telefone do Disk Silêncio está dando conta.

Dou duas dicas para o turismo e para os moradores da Cidade “Saúde”: 1 – Para dar jeito nesse durismo, de uma vez por todas, peçam ao ditador da Coréia do Norte jogar as bombas aqui e; 2 – comprem protetores auriculares e tenham uma ótima noite de sono.

Pare! E não siga!

É tanto semáforo sendo instalado em Guarapari que daqui a pouco sai uma Lei (daquelas) pedindo para mudar o nome da cidade para “Guaraparou”. A bola da vez, esta semana, foi Meaípe. O mais engraçado é que alguns estão sendo instalados e nem a Prefeitura está sendo consultada, já que as vias ainda não pertecem ao Município. Quero só ver no Verão. Quem viver verão! Ok. Parei. Próxima notícia…

Corra que a ficha limpa vem aí!!

Como disse, funcionários da PMG, contratados ou comissionados, passaram o feriadão não preocupados com as espinhas por comerem chocolate na páscoa, mas com medo da aprovação da Ficha Limpa que (pasmem) foi aprovado por unanimidade. Se fosse em outros tempos, nem aprovada seria. Mas o ponto alto da Sessão (e da semana) foi este:

Domingão do Cidadão

guara2

Encantado com a divulgação proporcionada à Guarapari por conta do “Dança da Galera”, o multi tarefa, Professor, Radialista, Repórter, Empresário e Vereador Germano Borges propôs, durante uma sessão histórica da Câmara (não que uma Lei ou emenda de Ficha Limpa importe, que isso) a titularidade de “Cidadão Guarapariense” à Fausto Silva. Vale observar que o Faustão não veio aqui e nem tampouco participou do processo de escolha da cidade. Então, tanto no pessoal, quanto no profissional, sugiro ao Professor Germano que: Pare.

E a saúde da Cidade?

Não poderia deixar de falar sobre a Saúde da Cidade “Saúde”, obviamente. Até por que, esta semana, rolou até uma manifestação no Una, pedindo o retorno de um médico que foi remanejado para outro setor do Município. E, de acordo com os munícipes, o médico que ficou lá está achando que é Deputado em Brasília: Chega na hora que quer, trabalha como quer e ganha seu salário normalmente, com todas as horas, certinho, no final do mês.

Outra coisa que aconteceu essa semana, foi a notícia que as belíssimas e bem equipadas UTI’s móveis com tração 4 por 4 da Prefeitura estão, baseada em uma denúncia feita pelos pacientes que fazem hemodiálise (e que são transportados por elas) e divulgada pela Vereadora Fernanda Mazzelli, que os motoristas estão cabulando pedágio cortando caminho pela estrada de chão que passa ao lado da Rodosol.

Meu comentário: De Land Rover é fácil, é mole, é lindo. Quero ver cortar pedágio com a Ambulância Fiorino.

Todas os comentários desta coluna foram feitos à partir de notícias publicadas no Portal 27 entre 01 e 05/04/2013.

Deixe seu comentário

Comments are closed.