Muita gente não sabe, mas quando alguém se envolve em um acidente de trânsito, tem direito a receber o seguro DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre). Para falar melhor sobre o assunto, conversamos com Sidnei Santana dos Reis, conhecido como Nei da Concha, que é despachante de DPVAT em Guarapari há nove anos e esclarece alguns pontos sobre o assunto.

seguro_dpvat
Acidentes envolvendo carros de passeio, motocicletas, caminhões, ônibus, micro-ônibus e tratores garantem o direito de recebimento do seguro.

De acordo com Sidnei, acidentes envolvendo carros de passeio, motocicletas, caminhões, ônibus, micro-ônibus e tratores garantem o direito de recebimento do seguro. “O DPVAT cobre três modalidades: morte, invalidez permanente e despesas médicas”, afirma.

Na primeira, familiares ou herdeiros legais do acidentado tem direito a receber a indenização no valor de R$ 13,5 mil, sendo o teto máximo de indenização. Em casos de invalidez permanente, a vítima recebe de acordo com a gravidade da lesão, podendo chegar a esse teto. Já em ocorrências com despesas médicas, o acidentado pode receber até R$ 2,7 mil, variando conforme o total de despesas comprovadas.

Nei da Concha despachante DPVAT
Nei é despachante do seguro DPVAT em Guarapari há nove anos.

“Às vezes a pessoa não sabe como proceder. Ao me procurar, a gente requere a documentação necessária para dar entrada no seguro DPVAT. Depois que estiver com toda a documentação, a pessoa recebe entre 30 e 40 dias, se o processo não tiver pendência. Toda vítima de acidente tem direito e muitas vezes ela não procura esse direito e acaba perdendo o prazo de receber o DPVAT, que é de três anos a partir da data do acidente”, explica Sidnei.

Se você tiver alguma dúvida sobre o assunto, pode entrar em contato com o despachante pelo número (27) 99959-2871, pelo e-mail sidnei@hotmail.com.br ou no endereço Rua José Barcelos de Mattos, 33 – Ed. Comercial Market Center – Parque Areia Preta – sala 15, 1º andar.

Deixe seu comentário