Desde janeiro os servidores da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) tiveram um reajuste do tíquete-alimentação. A partir de agora o valor do tíquete-alimentação passa a ser de R$ 1.115,02.

O valor anterior era de R$ 1.036,84, ou seja, uma diferença de R$ 78,18. “A correção é anual e segue o IGP-M, mas só é possível, em parte, graças à boa gestão financeira que esta Mesa Diretora fez no último ano”, disse o presidente da assembleia Erick Musso (PRB).

Investimentos. Ele também ressaltou que a atual gestão foi iniciada com R$ 17 milhões a menos no caixa, o que não impediu a Assembleia de fazer uma série de investimentos, como reformas, inauguração de serviços para a população e implantação de novos sistemas. “Estamos encerrando os trabalhos com as contas em dia”, comemorou o presidente da Casa que foi reeleito para continuar comandando a casa.

Erick Musso também frisou que a Ales está cumprindo a lei e que esse impacto é incluído em cada projeção do orçamento da Casa, assim como o crescimento vegetativo da folha. Ano passado o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) foi negativo, assim, não houve aumento no valo do tíquete alimentação.

Segundo a Resolução 3.364, de 26 de fevereiro de 2013, a atualização automática do tíquete acontece  todo 1º (primeiro) dia de cada ano, com base no IGP-M, divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), ou outro índice que vier legalmente a substituí-lo.

*com informações da assembleia

Deixe seu comentário

Comments are closed.