Quem disse que hoje é o dia internacional da mulher, está enganado. Todo dia é o dia dela. Frase clichê né? Pois é, uma frase que nem todo dia é dita para as inúmeras mulheres que existem nesse mundo.

Essas beldades têm ganhado cadê vez mais seu espaço dentro da sociedade. Uma das profissões que merece destaque por apresentar a quebra da ideia de que “só homens podem fazer parte” da área. A Policial Militar ganhou um toque feminino competente. Hoje, nesse dia tão especial que entrou no calendário da sociedade, o Portal 27 faz uma pequena homenagem há uma grande mulher que tem representado seu papel na Cidade Saúde com muita dedicação, amor e seriedade.

Perfil

"Ser policial militar significa Servir e Proteger, e arriscamos nossa vida por isso".
“Ser policial militar significa Servir e Proteger, e arriscamos nossa vida por isso”.

Georgilene Windler tem 30 anos, nasceu em Itarana região noroeste do Espírito Santo, mora em Cariacica e trabalha em Guarapari. Ela é policial militar a quatro anos.

Tenente da Polícia Militar

A escolha da sua profissão, veio desde pequena, querendo ajudar as pessoas. Sempre admirou e achava nobre como um policial agia para salvar e trazer segurança para a sociedade. Segundo a Tenente, ela foi escolhida por Deus para atuar na área. Em entrevista à reportagem do Portal 27, Windler confirmou o desejo de ser policial.

“A profissão policial militar é revestida de muita honra e coragem para ajudar o próximo. Mais do que uma carreira, é uma escolha de vida embasada por princípios de honestidade e ética. Quero contribuir para que tenhamos uma sociedade de paz e progresso, garantido ao cidadão de bem o direito de ir e vir com segurança”. Disse Georgilene.

Questionada sobre medo e a vontade de abandar alguma vez a profissão, ela foi firme e só demonstrou satisfação e orgulho por vestir a farda. “Nunca pensei em desistir, o que não significa que tenha sido fácil. Fiquei três anos em treinamento em Minas Gerais, sentia falta da família. Todo dia era um novo desafio, mas não estava sozinha. Assim como eu, muitos amigos também estavam lá ombreando e superando as dificuldades. E vestir uma farda é motivo de muito orgulho”. Confirmou a Tenente.

A Conquista

Atualmente, poucos se espantam ao vê-las, mulheres na polícia, com uma metralhadora em sua mão, pilotando viaturas ou ajudando a combater incêndios, tarefas que passaram a desempenhar desde 1999, quando surgiram os batalhões mistos. Elas entram em favelas? Sim. Perseguem traficantes? Sim. Estão no batalhão de choque ou na cavalaria? Sim e sim. E nas funções burocráticas? Humm… Principalmente nessas. De qualquer forma, é significativo observar que houve um salto e tanto na quantidade de mulheres na corporação.

PMSS
““A Polícia Militar conta com a garra e coragem das mulheres para manter a paz e garantir a segurança”. Afirma Windler

Esse tabu que existia antes, quando se tratava de uma mulher diante de um pelotão, em meio há centenas de policiais homens não existe mais, afirma a Policial. Ela afirma também que o espaço da mulher na polícia militar já está consolidado.  “Nunca tive problemas com isso, penso que quando lidamos com profissionais o preconceito fica esquecido. É através da ética, do respeito ao próximo e da seriedade que conquistamos o nosso espaço. O espaço da mulher na profissão policial militar já está consolidado. Não vejo nenhuma represaria, pelo contrário, recebo constantes incentivos para continuar e buscar novos desafios. A equipe que trabalho é muito profissional e lida com isso naturalmente. Penso que a maior cobrança é interna, nós mulheres nos preocupamos muito com a qualidade do que fazemos”.

No dia a dia, trabalhando na cidade saúde, a policial enfrenta bandidos para trazer segurança para a sociedade, sem medo de ser peitada, ela encara com força e determinação, sendo sempre profissional. A criminalidade no país tem crescido assustadoramente, vemos na televisão, rádios, jornais e sites, reportagem que mostram a realidade do estado. Não se chocar, indignar-se com os casos, é quase impossível. Perguntamos à ela sobre alguma experiência marcante, que ficou arquivada em sua memória, ela nos contou:

“Cada dia nos traz uma experiência nova e marcante, mas teve uma ocorrência que me trouxe muitas reflexões, quando uma mãe acorrentou a filha em casa para protegê-la das drogas. É uma responsabilidade muito grande o lidar com as emoções das pessoas. E o cidadão sabe que a qualquer hora que ele ligar, a Polícia Militar vai socorrê-lo, não importa o que aconteça”. Afirma emocionada a Tenente.

pmsssAcima de tudo, elas são mulheres, guerreiras, que lutam todos os dias, para Windler, Ser mulher é ter serenidade, ternura e força para ajudar a melhorar o mundo. Para isso, a inclusão delas dentro da área policial é muito importante pois trazem mais esperança de um mundo melhor, sempre preconceito.

“A Polícia Militar conta com a garra e coragem das mulheres para manter a paz e garantir a segurança. Nesse dia especial para todas as mulheres, temos muito o que comemorar, mas sempre com a certeza de que é preciso continuar o caminho. Muito ainda pode ser conquistado”. Celebra Georglene.

O Portal tem orgulho de poder contribuir com a sociedade, de homenagear as mulheres nessa data tão especial e principalmente por ter uma policial com total comprometimento no município.

Deixe seu comentário