Cerca de cem ex-funcionários de uma empresa terceirizada que prestava serviço para a prefeitura finalmente conseguiram receber os valores das rescisões. Desde 209, quando a empresa foi retirada do quadro de prestadores de serviço do município, os ex-funcionários lutam na Justiça para receber os valores das rescisões.

“O processo foi por duas vezes para Brasília até que eles pudessem receber. Há dois meses pedimos à Justiça o bloqueio dos valores nas contas da prefeitura para garantir o pagamento e hoje finalmente eles receberam. Alguns já haviam desistido e nem acreditavam mais que era possível ver este dinheiro”, conta o advogado Felipe Loureiro, representante dos ex-funcionários.

A Justiça do Trabalho expediu dois
A Justiça do Trabalho expediu dois mandados de sequestro para garantir o pagamento dos ex-funcionários da empresa terceirizada.

Em 30 de agosto deste ano, a Justiça do Trabalho sequestrou R$ 565 mil das contas da prefeitura para garantir o pagamento das rescisões dos funcionários. Na época, o bloqueio dos valores chegou a colocar em risco a folha de pagamento do mês, mas a prefeitura conseguiu garantir os recursos para o pagamento da folha.