Centenas de novas mudas de cajá, laranja, limão, goiaba, entre outras frutas, irão ser cultivadas em Anchieta a partir de agora. É que a Secretaria Municipal de Agricultura, com apoio de diversos parceiros, realizou na última sexta (24), o lançamento da primeira etapa do projeto Arranjo Produtivo da Fruticultura. As primeiras 16 famílias receberam mudas de diversas frutas, a fim de estimular a diversificação de suas lavouras.

As primeiras 16 famílias receberam mudas de diversas frutas, a fim de estimular a diversificação de suas lavouras.

O projeto irá anteder até março do próximo ano 31 famílias e a Escola Família Agrícola de Olivânia, localizada no interior do município, com entrega 2.118 mudas de cajá, goiaba Paluma, acerola, manga, abacate e citrus (laranjas bahia, lima, pera, seleta; limão siciliano e taithi). As entregas irão ocorrer em três fases dessa primeira etapa do projeto. Diversas famílias poderão ser ainda beneficiadas em outras etapas. Os interessados devem procurar a Secretaria Municipal de Agricultura.

O produtor Leovegildo Junius, 36, recebeu mudas de cajá e irá plantá-las na propriedade de sua família com apoio técnico da secretaria de Agricultura. “Esse novo cultivar irá agregar valor aos demais que cultivamos, aumento a renda da nossa família”, disse.

O produtor Leovegildo Junius, 36, recebeu mudas de cajá e irá plantá-las na propriedade de sua família

Quem também irá cultivar cajá é o presidente da Associação dos Produtores de Bananas de Anchieta (Aprobana), Reginaldo Salaroli, 47. Ele que mora em Córrego da Prata, no interior do município, espera com o projeto que ele e as demais famílias atendidas consigam melhorar sua renda sem precisar deixar o campo. “Esse projeto é muito importante para manter o produtor no campo e fomentar a economia das famílias que vivem da agricultura familiar”, disse.

Conforme o secretário municipal de Agricultura, Geovane Bissa Meriguete, a proposta envolve a parceria de uma associação, agricultores familiares e o poder público de duas esferas.  Para implantação do projeto, segundo Bissa, foi realizado junto aos agricultores um levantamento do que o município já produz, bem como as intenções de plantio de novas variedades. “Desta forma ficou definido para essa primeira etapa entrega dessas variedades”, disse.

Quem também irá cultivar cajá é o presidente da Associação dos Produtores de Bananas de Anchieta (Aprobana), Reginaldo Salaroli.

Segundo informações da secretaria, em contrapartida as famílias beneficiárias se comprometem a cuidar das mudas recebidas, plantando-as de maneira adequada, conforme orientações técnicas e participarem das atividades de capacitação. Na primeira colheita cada família deve doar um quilo de fruta por muda recebida, que deverá ser entregue à Associação dos Produtores de Bananas de Anchieta (Aprobana), entidade parceira e responsável em fazer a doação para instituições sem fim lucrativo do município.

De acordo com Bissa, além das espécies relacionadas, que serão adquiridas por meio de emenda parlamentar, outras parcerias estão sendo formalizadas para a distribuição de mudas de uva e cacau.

O projeto é uma iniciativa da Secretaria de Agricultura de Anchieta e da Aprobana, em parceria com Programa “Interagir para construir”, desenvolvido por um deputado estadual.

ETAPA 1   DATA MUDAS FAMILIAS BENEFICIÁRIAS
1ª entrega agosto 2018 cajá / citrus (laranjas bahia, lima, pera e seleta, limão siciliano e taithi) / goiaba Paluma 15 famílias + EFA-O
2ª entrega outubro 2018 acerola e manga 16 famílias
3ª entrega março 2019 abacate 05 famílias
TOTAL 2.118 mudas 31 (geral)