JB Padrão
Ribero e Padua
Banner TOP

A Prefeitura de Anchieta está realizando uma série de obras no município. Construção e reforma de creche e escolas, construção de um parque urbano, reforma no Centro Social do Idoso e construção do muro de contenção da maré na Ponta dos Castelhanos são algumas das obras que estão sendo executadas na cidade. Para isso, serão investidos cerca de R$ 8,5 milhões, recursos oriundos de convênios e da própria municipalidade, garantindo a execução de 10 obras.

Em breve, de acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura, será assinado o contrato para a tão sonhada obra de reurbanização da Praia de Castelhanos. Somente nesta obra serão investidos mais R$ 6 milhões. O recurso foi conquistado por meio de um convênio celebrado com o governo estadual. Totalizando R$ 14,5 milhões de investimento em obras em todo o município.

O prefeito Fabrício Petri acredita que em breve outras obras serão iniciadas, a fim de oferecer mais qualidade de vida aos moradores. “Estamos buscando recursos junto aos parlamentares e oas governos estadual e federal. Não podemos arcar com tudo sozinho, a nossa receita caiu significativamente com a paralisação da Samarco. Estamos formalizando convênios para conquistar mais recursos e executar mais obras e outras melhorias na cidade e no interior”, disse.

A Prefeitura de Anchieta está realizando uma série de obras no município

Petri adiantou também que a prefeitura, com recursos próprios, está licitando empresas para executar obras de pavimentação de ruas, reforma em quadras e píer e em outros espaços públicos. Em fevereiro a prefeitura entregou as obras de revitalização do acesso às Ruínas Jesuíticas, importante monumento histórico e cultural de Anchieta.

Nova frota municipal. Além de obras, a Prefeitura adquiriu recentemente, conforme dados da gerência de Transportes, cerca de 31 veículos, entre carros de passeio, VANS, ônibus, ambulâncias e máquinas agrícolas. “Foi uma grande conquista, a nossa frota estava defasada e tínhamos que melhorar, principalmente, o transporte de pacientes e servidores da Saúde”, destaca Petri.

Somente na Secretaria de Saúde foram comprados 13 veículos, incluindo VANs, ambulâncias para atender o Pronto Atendimento, as ESFs e o transporte sanitário, em especial aos pacientes que fazem tratamento com quimioterapia e hemodiálise. Os recursos foram do próprio município e por meio de emendas parlamentares de deputados e senadores.

CONFIRAM AS OBRAS QUE ESTÃO EM EXECUÇÃO:

1-      Muro de contenção do avanço da maré na Ponta dos Castelhanos

Valor: R$ 1.949.266,84 – Empresa responsável: WA Edificações ME

2-      Construção de salas e reforma no anexo da Prefeitura

Valor: R$  520.932,03 – Empresa responsável: O’Bryan Construção e Serviços

3-      Construção do Centro Municipal de Educação (Cemei) Tom e Jerry, em Iriri;

Valor: R$ 2.192.158,03 – Empresa responsável: AL Construções Eireli

4-      Reforma da Escola Municipal de Jabaquara;

Valor: R$ 105.438,93 – Empresa responsável: Mafra Construtora ME

5-      Finalização do campo e construção de espaços em Mãe-Bá;

Valor: R$ 448.033,75 – Empresa responsável: Santa Helena Engenharia e Paisagismo

 6-      Construção do Parque Sede da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Papagaio;

Valor: R$ 1.232.013,75 – Empresa responsável: SP Engenharia

7-      Reforma do Centro Social do Idoso;

Valor: R$ 79.387,99 – Empresa responsável: Factor Engeharia

8-      Construção do Espaço DiverCidades;

Valor: R$ 53.736,00 – Empresa responsável: Factor Construtora

 9-      Construção da Creche da comunidade de Mãe-Bá

Valor: R$ 1.948.663,95 – Empresa responsável: Tecfort Construtora LTDA

 10-  Reconstrução do forro de gesso do Pronto Atendimento Municipal

Valor: R$ 48.553,89 – Empresa responsável: Factor Construtora LTDA

Camara Municipal de Guarapari – Participe
Ideally

Banner Marcelo
Institucional MAllagutti

2 COMENTÁRIOS

  1. A rodoviária também é importante pois a administração passada iniciou e hj se encontra paralisada não se sabe porque.

  2. Deveria da prioridade a construção de um hospital.
    Pois Anchieta es uma vergonha o hospital que tem esta precário falta tudo e a desculpa é que mepes é não pertence a órgão público .
    Prefeitura não obrigação de Custear os gastos.
    Mas quem da socorro a população é o mespe porque mesmo precário ta melhor que os pronto atendimento da saúdes da prefeitura que ta uma mar qualidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here