O aquaviário na Baía de Vitória teve seu edital de construção de terminais publicado nesta terça-feira (12). A empresa que venceu o edital terá um prazo de 11 meses para executar os trabalhos.

A Secretaria de Estado de Mobilidade e Infraestrutura informou que o sistema de bilhetagem do aquaviário será integrado ao Transcol, entretanto, a tarifa do aquaviário será mais cara que a dos ônibus por ser um modal com custo elevado. “Você vai ter um complemento tarifário. Se andar só no aquaviário vai ter que pagar a tarifa cheia do aquaviário. É um sistema um pouco mais caro”, informou Fábio Damasceno, o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura.

As embarcações terão de 100 a 150 lugares, além de áreas para que passageiros carreguem bicicletas. Além disso, é previsto que as embarcações tenham conexão wi-fi e ar condicionado em suas instalações. Inicialmente, este novo sistema irá operar em quatro estações: Porto de Santana, em Cariacica; Praça do Papa e Centro, em Vitória; Prainha, em Vila Velha. O Governo informou que as estruturas contarão com sala de espera, onde os passageiros aguardarão o embarque. Para acesso aos barcos, existirá uma interligação, como uma ponte, que será coberta para o conforto de quem utilizar o aquaviário.

Deixe seu comentário