Um ladrão está agindo há vários dias nos ônibus de Guarapari. Ele aproveita os coletivos lotados e já furtou diversas pessoas. O alvo principal do bandido são pessoas idosas. O caso chamou a atenção da polícia, pois só ontem (03) dez pessoas procuraram a delegacia para registrar o boletim de ocorrência.

Na maioria dos casos, as vítimas só se dão conta que foram furtadas depois que desembarcam dos ônibus. “Eu não percebi nada, mas na hora que desci no Centro fui pegar o dinheiro para pagar a conta de água e percebi que tinha sumido, junto com meus documentos. Só me restou procurar a delegacia para fazer o boletim de ocorrência”, lamentou o senhor de 71 anos, uma das vítimas.

O bandido está agindo dentro dos ônibus em Guarapari. A empresa está tentando identificar o ladrão através das câmeras de segurança dos veículos.

Outra vítima foi Raquel Brandão Nunes, de 49 anos. Apesar de não ser idosa, também foi vítima do ladrão, que aproveitou o ônibus cheio para agir. Ela embarcou em Setiba, mas só se deu conta de que foi vítima de furto quando desceu do ônibus no Centro de Guarapari.

“Eu fui procurar minha carteira e percebi que tinha sumido. Tenho certeza que foi um rapaz alto e moreno, com barba por fazer e de camiseta e mochila nas costas, pois ele estava no fundo do ônibus e veio para a parte mais à frente. Ele esbarrou em minha bolsa e em outras pessoas também, mas na hora não percebi nada”, relatou Raquel.

Outro caso foi de uma turista de vila Velha que veio passar uns dias na cidade. Ao desembarcar na praça de Muquiçaba, um homem se ofereceu para ajudar com as bagagens e ao chegar na roleta para pagar a passagem, percebeu que a carteira havia sumido.

De acordo com a polícia, há alguns dias vem aparecendo na delegacia pessoas que foram vítimas de crime de furto com as mesmas características. É importante que as as pessoas que foram furtadas pelo criminoso procurem a delegacia e registrem a ocorrência.

A Expresso Lorenzutti, responsável pelo transporte de passageiros na cidade está analisando as imagens das câmeras de segurança dos ônibus para tentar identificar o criminoso, mas a tarefa é complexa, já que as vítimas não souberam informar o horário preciso em que ocorreu o crime e nem em qual ônibus aconteceu. Mesmo assim, com técnicos estão analisando as 24 horas de gravações dos ônibus para tentar identificar o criminoso. Assim que o criminoso foi identificado as imagens serão encaminhadas para a polícia.

Os usuários de ônibus devem ficar atentos a qualquer atitude suspeita e ter muito cuidado com pessoas desconhecidas que se ofereça para ajudar com bagagens.

Deixe seu comentário

Comments are closed.