Por volta de meio dia desta sexta-feira (31) um caminhão da transportadora Missão Log, que transportava 140 caixas de produtos Sadia e Seara, foi roubado no Bairro Ponta da Fruta, em Vila Velha.

O assalto aconteceu em Ponta da Fruta, em Vila Velha, mas a polícia encontrou o veículo abandonado em Guarapari e trouxe para o DPJ da cidade. Foto: Rafaela Patrício

O motorista, que pediu para não ser identificado, relatou como tudo aconteceu. “A gente estava fazendo a hora do almoço, eu estava deitado e o ajudante dentro do caminhão, que estava estacionado perto da praia. Aí chegou um homem armado com um 38 dizendo que queria o caminhão e a gente deixou ele levar. Ele deixou a gente pegar nossas mochilas que estavam lá dentro e saiu com o caminhão”.

Segundo o motorista, o assaltante chegou sozinho, mas disse que estava acompanhado por outros criminosos. “Ele falou que estava tudo certo e esquematizado, que não era para a gente levar a polícia nem nada que ele tinha uns caras com ele, mas a gente não conseguiu ver as outras pessoas”.

O funcionário da empresa disse ainda que chegou a ver o homem se aproximando do caminhão, mas não imaginou que era um assaltante. “Ele chegou quieto e eu até achei que ele iria pedir um cigarro, um isqueiro ou algo assim. Só que aí quando ele chegou perto da cabine do caminhão anunciou que era um assalto. Eu estava sentado no chão e nem tive reação, só falei que era dele e poderia levar”.

O caminhão transportava produtos das marcas Sadia e Seara.Segundo os funcionários da empresa, após o bloqueio do veículo o ladrão fugiu sem levar nenhuma mercadoria. Foto: Rafaela Patrício

Ele também deu as características do criminoso. “Ele chegou a pé. Era moreno, de boa aparência e um metro e oitenta de altura. Estava de bermuda, chinelos e com a mochila nas costas”. Trabalhando há aproximadamente um ano na empresa, o motorista relatou que nunca havia sido roubado e que não esperava passar por isso. “A gente acha que isso nunca vai acontecer com a gente, mas não é fácil não”.

Além do caminhão, o ladrão ainda levou dois celulares. Após o assalto, os funcionários conseguiram avisar a empresa e o veículo foi bloqueado. “O motorista e o ajudante avisaram a gente e nós bloqueamos e ativamos a sirene também. Só porque eles conseguiram informar rapidamente a gente conseguiu bloquear a ponto de ele não usar o aparelho que ele tinha para tentar bloquear o rastreador. Ele levou apenas um celular do funcionário e outro da transportadora”, explicou outro funcionário.

O sargento R. Gomes, da 13ª Companhia Independente da Polícia Militar, de Vila Velha, foi quem atendeu a ocorrência. Ele explicou como conseguiram recuperar a carga. “Nós recebemos a informação via rádio e como o Ciodes informou que as vítimas ainda estavam no local, nós fomos até lá. Os funcionários estavam em contato com a empresa, que tinha o rastreamento do veículo. De posse dessas informações nós fizemos o percurso e com a ajuda da empresa de monitoramento localizamos o caminhão no bairro Ilha do Sol, em Guarapari”.

O ladrão levava este aparelho para bloquear GPS na mochila, que também foi abandonado no local. A polícia acredita que seja de fabricação caseira, mas as peças usadas são importadas. Foto: Rafaela Patrício

O sargento disse ainda que dentro do veículo foi encontrado um aparelho que bloqueia GPS de fabricação aparentemente caseira, mas construído com peças importadas. “Acredito que ele não teve tempo de instalar o aparelho, por isso, o caminhão foi bloqueado e ele fugiu largando tudo para traz. Provavelmente foi uma ação realizada por uma quadrilha especializada nesse tipo de roubo”.

Deixe seu comentário