Os comerciantes e empresários que decidiram apostar suas fichas no comércio de Iriri neste carnaval, comemoram medidas que baniram o som alto do balneário. O movimento nos restaurantes, lojas de bebidas, supermercados e outros pontos comerciais do gênero alimentício atendeu as expectativas.

Walace Garcia de Mattos
A gente não quer só vender e lucrar. Queremos tranquilidade para a família toda. Em relação à segurança e organização o carnaval está sendo muito bom – Walace Garcia de Mattos, empresário

Para o casal de empresários, Walace Garcia de Mattos e Ciara Caprini, que trabalham no ramo de bebidas em Iriri, o carnaval foi dentro do esperado. “A gente não quer só vender e lucrar. Queremos tranquilidade para a família toda. Em relação à segurança e organização o carnaval está sendo muito bom. Inclusive vimos crianças e idosos brincando carnaval na rua. O que antes não era possível”, disse o casal.

Ciara
Inclusive neste carnaval vimos crianças e idosos brincando na rua em Iriri. O que antes não era possível. Até minha neta de 4 anos, pulou carnaval de rua – Ciara Caprini.

O empresário Bruno Lopes, dono de um restaurante, localizado na Praia da Costa Azul, contou que abriu o restaurante em outubro passado e não tem do que se queixar. “Em termos de segurança e organização estou gostando muito deste carnaval. Tem vindo um público bem familiar e o meu movimento está bom”, ponderou Bruno.

“Foi um carnaval que surpreendeu. O movimento foi agradável tanto para os clientes, quanto para nós comerciantes, pois não teve tumulto e violência”, disse a comerciante Beatriz Cicilioti Guerra, que é do ramo de restaurante. Segundo Beatriz, que trabalha com seu pai Nelson, a medida da Prefeitura juntamente com a Polícia Militar e demais órgãos em retirar os carros de som, iniciou uma nova era no carnaval de Iriri.

Gilson
A nossa expectativa é que no ano que vem seja melhor ainda, em função das medidas tomadas pela Prefeitura, juntamente com a Polícia Militar de fechar Iriri para os carros de som – Gilson Surrage, chef e empresário.

“Quero parabenizar a Prefeitura, a Polícia Militar, a Iriri Vivo e todos que tiveram a iniciativa e coragem de mudar o carnaval de Iriri”, elogiou Beatriz.

Já o chef e empresário Gilson Surrage acredita que este carnaval irá refletir positivamente no ano que vem. “Pra mim o carnaval está maravilhoso. Embora o movimento esteja em torno de 50% dos anos anteriores, está valendo a pena trabalhar com atendimento personalizado aos meus clientes. A nossa expectativa é que no ano que vem seja melhor ainda, em função das medidas tomadas pela Prefeitura, juntamente com a Polícia Militar de fechar Iriri para os carros de som”, disse Gilson.

O vendedor ambulante, Jair Alvarenga, que trabalha em Iriri há mais de dez anos, contou que neste carnaval atingiu suas metas. “Esse ano durante todo o verão e agora no carnaval o público foi mais familiar e está mais organizado. Consegui atingir minha meta de vendas”, disse Jair.

Deixe seu comentário