O namoro do casal era recente. Amigos e familiares já sabiam do relacionamento.
O namoro do casal era recente. Amigos e familiares já sabiam do relacionamento.

Os corpos de Lorrayne Santiago de 16 anos e Fábio Santos Kil de 21 anos, foram encontrados hoje (14) de manhã, com marcas de tiros e agressões, nas Três Praias em Guarapari.

Segundo os familiares das vítimas, eles estavam sumidos desde as 20h da noite de domingo (13).  O último contato que a família de Lorrayne teve, foi uma mensagem enviada para o celular da sua irmã dizendo que iria tomar um açaí. As famílias afirmam ainda que nenhum dos dois teriam envolvimento com drogas ou qualquer outro tipo de vício ou crime. Os jovens chegaram de moto na praia e foram vistos por moradores da região, quando estacionaram o veículo.

Fábio trabalhava como pintor em uma obra no bairro Olaria. Ele congregava numa igreja Adventista do Sétimo dia e morava no bairro Tartaruga. Sonhava em ser pastor. O pintor de 21 anos foi morto com um tiro no maxilar esquerdo. Seus primos passaram a noite e a madrugada inteira, ligando para o celular de Fábio, mas só dava caixa postal, foi aí que o desespero aumentou.

Fábio sonhava em ser Pastor.
Fábio sonhava em ser Pastor. FOTO: VINÍCIUS RANGEL.

“Ele tinha costume de voltar todos os dias antes das 23h00. Nós ligamos para ele a noite toda, o celular não atendia, a gente começou a ficar em desespero. Fábio não tem envolvimento com nada, ele sonhava em ser pastor da igreja”. Desabafa a prima da vítima.

Agressão. A jovem de 16 anos era sorridente. Segundo a perícia, ela morreu afogada. No corpo da jovem existiam hematomas de pancadas na cabeça. Ela morava no bairro Adalberto Simão Nader, junto com a  mãe. Eles a procuravam desde a noite de ontem, quando ela não voltou para casa.

A jovem de 16 anos morava com a família no bairro Adalberto Simão Nader.
A jovem de 16 anos morava com a família no bairro Adalberto Simão Nader. FOTO: VINÍCIUS RANGEL.

Os corpos foram encaminhados para o Departamento Médico Legal em Vitória e a Polícia Civil de Guarapari vai investigar as possíveis causas do duplo homicídio.

Deixe seu comentário