O homem que foi encontrado morto no último dia 08 de janeiro na região da Água Mineral no Bairro Olaria (veja aqui), foi identificado pela Polícia Civil na manhã de ontem (20). Trata-se do guardador de carros Igor Douglas Campos Frossarv. Ele tinha 25 anos.

Igor estava desaparecido desde o dia 02 de janeiro, quando foi visto pela última vez em uma festa na casa de familiares. “Ele sempre ficava alguns dias fora, mas sempre voltava para se alimentar, tomar banho… Ele era usuário de drogas, mas nunca deixava de visitar a mãe dele”, explicou Cristina Simões Frossarv, tia da vítima.

decomposição
Foto: João Thomazelli/Portal 27

Ainda de acordo com Cristina, depois de se despedir da mãe no dia 02 ele não foi mais visto. “Desta vez, como passou muito tempo sem aparecer, comecei a ficar preocupada, pois não era normal ele passar tanto tempo sem vir em casa. Um dia minha filha foi até o Radium Hotel, que era onde ele ficava, e falaram para ela que ele tinha sido morto”, disse.

Preocupados com esta informação, a família foi até a Polícia Civil, que os encaminhou para o Departamento Médico Legal de Vitória. Lá, eles foram informados de que havia um jovem que tinha sido encontrado em Guarapari e que ainda não tinha identificação.

“Por causa do estado do corpo, só dava para saber se era ele através de impressão digital ou DNA. Na manhã de ontem o pessoal do DML ligou avisando que era ele mesmo. Que conseguiram identificar através da digital da carteira de trabalho dele”, concluiu a tia de Igor.

O sepultamento deve ser realizado hoje. “Ele era um menino bom. Quando não estava guardando carros, estava vendendo doces. Ele era viciado, mas dizia que não gostava de roubar. Preferia vender os doces para fazer dinheiro. Nunca deu problema dentro de casa”, finalizou Cristina.

Deixe seu comentário