Devido a grande demanda de profissionais habilitados no setor da saúde, foi formado em Piúma um curso de socorristas para profissionais técnicos em enfermagem, enfermeiros e motoristas de ambulância.

Com carga horária de 220 horas, o curso foi finalizado no último fim de semana onde foram formados 18 profissionais. Esta é a segunda turma do município de Piúma que realiza o curso, com certificado da SOS Vida, porém o último curso foi realizado e Vitória e desta vez, todas as aulas teóricas e práticas foram ministradas no município, afirmam os professores.

1475830_548825411869658_865171527_n

Foram trazidos para Piúma, os instrutores Antônio Carlos Ramos e Wagner Junior Fidelis, de Vitória, para que os alunos formados no município tivessem os mesmos parâmetros ensinados na capital.

Quem trouxe o curso para Piúma foram às enfermeiras Vera Lúcia Batista e Cristiana Mendonça Junca, que fizeram parte da primeira turma de Piúma que foi a Vitória realizar o treinamento e as duas prometem que haverão mais turmas no município.

A ideia do curso é reciclar os profissionais da saúde devido ao fato de Piúma não contar com o atendimento do SAMU, nem Resgate e principalmente pela necessidade de profissionais habilitados que aumenta muito nesta temporada de verão. O diploma do curso é oferecido pela SOS Vida, que existe há 12 anos em vários municípios e realiza palestra em escolas, cursos e treinamentos na área da saúde.

1464045_548825988536267_1143222021_n

A prova final do curso, foi uma simulação de acidente que movimentou a cidade de Piúma no final de semana, onde os professores prepararam um acidente em grande escala e os alunos tiveram que reagir e socorrer as vítimas em plena rua.

Moradores e turistas rodearam alunos e voluntários que, com maquiagens especiais, fingiam-se de vítimas e tinham que ser socorridos de maneira adequada. Outro ponto alto do final do curso foi o rapel realizado na Pedra da Ilha do Boi, para que os socorristas aprendessem a realizar restates em locais de difícil acesso.

Deixe seu comentário